Arquivo da categoria: Acontece

Futebol Voador

Padrão

foto folderA premiada CIA BASE que foi destaque no Festival Internacional do Circo no Rio de Janeiro, estréia o espetáculo “Futebol Voador” em São Paulo nos dias 10 no Vale do Anhangabaú e 11 de outubro no CERET – Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador no Tatuapé . A Cia une circo, teatro e dança vertical. A apresentação conta a história da chegada do futebol no Brasil por meio de aparelhos aéreos montados num balão de gás hélio, onde artistas/jogadores superam os limites da gravidade e deixam o esporte em evidência.

Com texto e direção de Cristiano Cimino, figurinos de Heitor Werneck, coreografias de Laíz Latenek e patrocínio da Topper , a CIA BASE também coloca em cena jogadores de freestyle, Pedro Oliveira, que realizam dezenas de acrobacias, embaixadinhas e peripécias com uma bola ou a equilibra em várias partes do corpo, baseando-se na arte de compor sequências de manobras, unindo controle, criatividade e dificuldade. O corpo interage com a bola usando a moderna linguagem do futebol freestyle.

Associando teatro, circo, futebol e dança a CIA BASE é referência no cenário brasileiro de dança vertical e vem criando um discurso poético a partir da relação com os espaços abertos, desta vez será com o futebol, a gravidade estarão integrados pelas: cordas, cabos, redes e elásticos que expandem o movimento até o limite do corpo. Acrobatas jogadores e bailarinas saltam, voam, defendem, jogam, flutuam e driblam criando formas geométricas, atingindo os sentidos, transmitindo sensações e hipnotizando o espectador com movimentos inspirados no futebol. O choque vigoroso do circo com a leveza da dança, a expressividade do teatro e a força do futebol.

“O espetáculo ‘Futebol Voador’ constrói um corpo que atua nos limites do esporte num diálogo com a cidade, onde artistas em situação de risco formam um ambiente que se move em diversas estruturas aéreas na direção de um circo-jogo-dança gravitacional”, explica o diretor Cristiano Cimino.

Sinopse:
O espetáculo recria de forma lúdica a viagem à Inglaterra do estudante brasileiro Charles Miller, que descobriu no final do século XIX uma prática esportiva muito comum naquele país: o futebol. Ao voltar para o Brasil, Charles trouxe em sua mala uma pequena pelota, chuteiras, camisetas e um livro de regras. A partir daí, acontecem diversas cenas que remontam trechos do primeiro jogo de futebol realizado no Brasil.

As coreografias são feitas no solo e espaço aéreo, culminam com o sonhado e difícil voo num balão em forma de bola de futebol, a 20 metros de altura.

No primeiro tempo, os artistas/jogadores entram trajando os uniformes da primeira partida realizada no Brasil por Charles Miller e simulam movimentos que compõem cenicamente uma partida de futebol. No segundo tempo, os jogadores vestem uniformes mais contemporâneos com chuteiras coloridas e com movimentos mais intensos, simulações de jogadas e efeitos com a bola voadora em coreografias vigorosas e plásticas.

Serviços:

Cia Base – Futebol Voador
Dia: Sexta-feira, 10/10
Local: Vale do Anhangabaú
Horário: 12:30 hs
Evento Gratuito

Cia Base – Futebol Voador
Dia- Sábado, 11/10
Local: CERET – Rua Canuto Abreu, s/n, Vila Regente Feijó, São Paulo, SP – 2671.8788
Horário: 10 hs e 12 hs (2 apresentações)
Evento Gratuito

Antonio Peticov inaugura exposição “As Mesas de Picasso”

Padrão

903 - O Professor # 13O artista plástico, Antonio Peticov inaugura hoje dia 11 de setembro a exposição inédita intitulada “As Mesas de Picasso”, são 17 telas em tinta acrílica com releituras das mesas retratadas nas pinturas de Pablo Picasso. A Mostra acontece na Galeria 22 – Itaim, com entrada gratuita. A curadoria é do próprio artista e apresentada por Fábio Magalhães, a exposição ficará aberta ao público do dia 12/09 até o dia 11/10.
Peticov é um artista de vivência internacional, trabalhou durante longos períodos em Londres, Milão e Nova York, cidades onde residiu por um período de 29 anos. “A arte está em mim desde criança e na procura por informações sobre esse universo, um dos primeiros livros que adquiri, ainda em 64, foi um de fotografias de Picasso em seu estúdio no sul da França, que me deixou fascinado com o modus operandi do artista, entre suas pinturas, esculturas, cerâmicas e colagens”, diz Antonio. Desde sempre Picasso o inspirou e muitas vezes se apoiou no exemplo deste catalão, cuja obra não cansa de revisitar.

As telas apresentadas mostram o resultado da constatação que o artista fez de que em muitas pinturas de Picasso existiam elementos em comum com as suas próprias obras, que são as mesas, onde a ação se desenrola. Nas releituras de Peticov essas mesas são como um palco para cenas recriadas por ele, que compõem diferentes situações baseadas, tanto no seu próprio universo pictórico, como no de outros artistas, que já fazem parte do patrimônio cultural da humanidade, tais como: Paolo Ucello, Holbein, Man Ray e Naum Gabo. Não por acaso todas as telas têm o título de “O Professor”, (O Professor #1 até O Professor #17).

“Após ter escolhido algumas de suas obras mais conhecidas, iniciei a produção de desenhos utilizando pastel a sêco e a óleo em folhas de 66 X 96 cm”. A série cresceu e surgiram as 17 obras e em todas, nota-se a imagem de estranhos objetos, às vezes um vaso ou a perna de uma mesa, entre outros elementos, cuja forma é delineada por um perfil humano. Nesse processo criativo, o artista acabou criando um “logotipo” especial para essa exposição chamado de “O Professor e o Aluno”, com os perfis de Picasso e Peticov.

Vale à pena conferir essa nova fase de Peticov nas telas de 100 X 145 cm pintadas entre 2013 e 2014. Além da apropriação de imagens de outros artistas. Peticov, que é o único brasileiro a participar do “Gathering for Gardner”, encontro bianual dos maiores físicos e matemáticos do mundo, explora as técnicas de percepção visual relacionadas aos paradoxos visuais, figuras ambíguas, anamorfoses, ilusões de ótica e da relação figura/fundo, retratando nesses seus novos trabalhos uma grande variedade de quebra-cabeças.

“Essas ambivalências do olhar não são unicamente perceptivas, elas nos motivam e fazem pensar, provocam aspectos de cognição, ou seja, de juízo, de raciocínio e de imaginação”, declara Fábio Magalhães, finaliza dizendo sobre os perfis de Picasso e Peticov, que se de rontam olho no olho: “E com os artifícios dos elementos das obras como cálices, os dois artistas parecem brindar sobre a mesa, essa íntima e prazerosa conversa plástica”.

“Mesas de Picasso”
Galeria 22
Endereço: Rua: Pres. Juscelino Kubitschek, 417 – Vila Nova Conceição – São Paulo – SP, 04543-010
Telefone: (11) 3742-0294
Data: de 12/09 a 11/10/2014
Entrada Gratuita
Horário: Segunda à sexta das 10 às 18 hs e aos sábados das 11 às 15 hs

Virada Cultural Paulista

Padrão

10157177_627439730683944_5372733730208037535_n

Acontece em dois finais de semana  24 e 25 de maio e 31 de maio e 01 de Junho a 8° edição da Virada Cultural Paulista, ao todo 28 municípios entre interior e litoral de São Paulo vai receber cerca de 1.000 atrações gratuitas.

Artistas renomados da música brasileira se apresentarão no evento, como a Banda Titã que faz show em Botucatu, Indaiatuba, Mogi Mirim e São Carlos. O cantor Nando Reis faz show com participação especial de Arnaldo Antunes em Diadema na grande São Paulo. O rock nacional é representado pela participação de Lobão (com o show Lobão Power Trio), Arnaldo Antunes (solo), Ultraje a Rigor, Ira! e Raimundos.

A Virada também traz artistas internacionais como jazzista americano John Pizzarelli que se apresenta em Americana., a banda inglesa Asian Dub Foundation promete agitar o público de Araçatuba, Indaiatuba e Campinas com sua mistura eletrônica de rapcore, dub, dance e raggae. Já a banda alemã Tusq, cujas influências mesclam folk, rock e indie, se apresenta em Botucatu, Jundiaí, Mogi Mirim e Santa Bárbara D’Oeste.

Da influência hip hop, vem Gabriel O Pensador, enquanto o manguebeat pernambucano marca presença com a Nação Zumbi, Otto faz dois shows diferentes: do seu disco mais recente, The Moon 1111 e do projeto Canta Canta Minha Gente, com repertório de Martinho da Vila.

Artistas consagrados da MPB, como Gal Costa, Geraldo Azevedo, Almir Sater, Guilherme Arantes, João Bosco e Baby do Brasil, Wanderléa fazem apresentações. Eternos ídolos serão lembrados a Banda Black Rio, Ed Motta e Paula Lima fazem homenagem a Tim Maia e a banda Vanguart fará um show especial em homenagem a Raul Seixas.

Da nova geração da música brasileira, a Virada confirma a participação de Emicida, Criolo, Tulipa Ruiz, Céu, B Negão e os Seletores de Frequência, Farofa Carioca, Céu, Anelis Assumpção, Pollo, entre outros.

A Virada Cultural Paulista tem uma tradição de incluir em sua programação artistas de vanguarda junto com os consagrados, nomes jovens da cena e estilos tradicionais como o samba. Para compor essa cena de diversidade musical, já estão garantido as apresentações de Metá Metá, Holger, Tokyo Savannah, A Banda Mais Bonita da Cidade, Sandália de Prata, Os Opalas, O Terno, Isca de Polícia, Bicho de Pé, Banda Paralela, Porcas Borboletas, Vivendo do Ócio, Leões de Israel, Copacabana Club, Aliados, Selvagens à Procura da Lei e Azymuth e Hyldon.

Artistas como Thiago Pethit, Tiê, Luiza Possi, Graça Cunha, Fabiana Cozza, Daúde, Ana Cañas e Bruna Caram. Marquinhos Dikuã e Tobias da Vai Vai dividem o mesmo palco.

Mas não é só de música que consiste a programação da Virada Paulista, espetáculo de artes cênicas adulto e infantil, atrações de dança, circo, música erudita e diversas linguagem culturais compõem a grade.

No primeiro fim de semana, 24 e 25 de maio, participam: Americana, Araraquara, Barretos, Botucatu, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Piracicaba, São José do Rio Preto, São João da Boa Vista e Sorocaba. Já nos dias 31 de maio e 1º de junho, a Virada acontece em Araçatuba, Assis, Bauru, Campinas, Diadema, Ilha Solteira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara do Oeste, Santos, São Carlos e São José dos Campos.

A programação acontece em diversos pontos de cada cidade confira na íntegra no site http://www.viradaculturalpaulista.org.br

Praça da Sé recebe palco Stand Up na Virada Cultural

Padrão

download (1)O palco Stand Up, desta edição da virada cultural homenageia o comediante Márcio Ribeiro, morto no ano passado, grandes nomes do gênero vão se apresentar, Rafinha Bastos, Alexandre Porpetone, Rafael Cortez, Maurício Meirelles, Diogo Portugal, Geraldo Magela, Léo Lins, Rey Biannchi e Márcio Ballas, entre outros garantem boas risadas.

Novos talentos como Paulo Vieira, do Tocantins, vencedor do Prêmio Multishow de Humor deste ano, Daniel Duncan, roteirista do programa The Noite, Jeferson Farias, nova atração d’A Praça É Nossa, Lucas Moreira, comediante do circuito carioca de stand up, além do paulista Igor Guimarães, da mineira Paloma dos Santos e do curitibano Afonso Padilha se apresentam.

Márcio Ribeiro participou de todas as edições anteriores do Palco Stand Up e era presença garantida nas principais rodas de humoristas e eventos do gênero no país. Ele ganhou notoriedade, sobretudo, pelo seu trabalho na TV Cultura, no extinto programa X-Tudo.

 
Palco StandUp
Onde? Virada Cultural – Praça da Sé
Quando? Dias 17 e 18 de maio
Quanto? Grátis

Programação Completa do Palco

20:00 Show 1- Mc Falcão / Rafinha Bastos / Alexandre Porpetone / Maurício Meirelles/ Diogo Portugal / Victor Sarro

23:00 Show 2- MC Marcio Ballas / Afonso Padilha / Fábio Lins / Mhel Marrer / Fábio Rabin / Ben Ludmer / Paulo Carvalho

2:00 Show 3- MC Bruno Motta / Fabiano Cambota / Murilo Gun / Claudio Torres Gonzaga / Paloma Santos / Robson Nunes

5:00 Show 4- MC Bruno Motta / Renato Rodrigues / Rogério Vilela / André Santi /Edson Duavy / Thiago Ventura / Larissa

8:00 Show 5- MC Zé Américo / Hitalon Bastos / Igor Guimarães / Lucas Moreira /Emerson Ceará / Victor Ahmar / Patrick Maia

11:00 Show 6- MC Zé Américo / Gustavo Mendes / Nando Viana / Richard Rebelo /Márcio Américo / Dinho Machado / Criss Paiva

14:00 Show 7- MC Fábio Silvestre / Paulo Vieira / Thiago Carmona / Daniel Duncan /Nigel Goodman / Gus Fernandes / Marco

17:00 Show 8- MC Rafael Cortez / Rafinha Bastos / Murilo Couto / Léo Lins / Geraldo Magela / Rey Bianchi / Rudy Landucci

 

Centenário de Dorival Caymmi é lembrado na TV Cultura

Padrão

hqdefaultO programa MPB Especial exibido pela TV Cultura reprisa nesta quinta-feira dia 24.04 a partir das 23h30 o episodio gravado com Dorival Caymmi (1914-2008), em 1972, quando o artista tinha 58 anos.

A reprise homenageia o centenário de Dorival Caymmi que se comemora dia 30 de abril. Dirigido por Fernando Faro, o programa traz Caymmi muito à vontade, cantando suas canções e tocando violão.

Intercalando grandes sucessos como Só Louco, É Doce Morrer no Mar, Samba da Minha Terra e Sábado em Copacabana, Caymmi conta histórias de sua juventude, como a tarde em que ficou noivo de Stella Maris num vatapá oferecido por Jorge Amado, no Rio de Janeiro, ou o “frio horrível” que sentiu em sua primeira ida a São Paulo.

Foi no Rio de Janeiro, para onde se mudou aos 23 anos para estudar Direito, que descobriu a vida. Mesmo tão jovem, conta que levou consigo composições como O que é que a baiana tem?, O Mar e A preta do Acarajé.

MPB Especial – Centenário Dorival Caymmi
Quando? Dia 24 de abril
Onde? TV Cultura ás 23:30hs