Banda Black Rio e Rincon Sapiência juntos em show, marcando 40 anos de uma das mais importantes bandas do Brasil.

Padrão
Baile-show estreia série de encontros com grandes nomes da música negra brasileira.
ViewImage (4)
Sábado , dia 31 , imperdível!!!
Formada por Jadiel Oliveira (vocal), Isaac Negrene (guitarra), Edson Menezes (baixo), Bruno Silveira (bateria), Doug Bone(trombone), Gustavo Souza (sax), Gesiel Nascimento (trompete), Dudu Ramos (percussão) e William Magalhães (teclados e vocal), a Banda Black Rio apresenta, em primeira mão, as novas músicas do álbum Som das Américas (a ser lançado em junho de 2018), além dos clássicos de seu repertório original de 40 anos de estrada, como as autorais Maria Fumaça,Mister Funky SambaCarrosselNova Guanabara e Gafieira Universal. E o baile promete ferver com a nata da música negra brasileira, com um repertório recheado com os sucessos mais dançantes de ícones como Tim Maia (como Imunização Racional e Sossego), Sandra de Sá (Olhos Coloridos, de Macau), Claudio Zoli (Mistérios da Raça), Jorge Benjor (Mas Que Nada), Djavan (Boa Noite), além de ícones como Cassiano e Luiz Melodia, unindo diversas gerações de artistas da negritude brasileira.
Entre as participações futuras desta séria de bailes-shows da Banda Black Rio, na Casa Natura Musical, nomes consagrados como Claudio ZoliSandra de SáMartinho da VilaEd MottaCarlos Dafé Gerson King Combo vão se unir a expoentes contemporâneos como BNegãoMart’náliaMax de Castro e muitos outros, parceiros de jornada da banda.
Banda Black Rio
A Banda Black Rio comemora 40 anos de existência em grande estilo, com apresentações e participações especiais de alguns de seus principais músicos, protagonistas de sua história e da criação de uma usina sonora, sem precedentes, que não apenas revolucionou a música instrumental brasileira bem como influenciou artistas por todo o mundo. No repertório dessa memória viva, a fusão dos ritmos nacionais com o jazz e o soul norte-americanos originada no disco de estreia Maria Fumaça (1977), além dos sucessos dos primeiros LPs e hits da atual formação da banda.
Surgida nos anos 1970 e formada basicamente por importantes músicos negros baseados no Rio de Janeiro, mais especificamente na zona norte da cidade, estabeleceu de imediato um conceito único e original na combinação do samba carioca com os grooves do funk americano. Com arranjos arrojados para metais e uma poderosa base rítmica, esses mestres conceberam uma mistura harmônica que se mantém forte e atualíssima há mais de quatro décadas. O primeiro disco Maria Fumaça e o seguinte Gafieira Universal, de 1978, são hoje importantes referências de música brasileira contemporânea. O terceiro álbum, Saci Pererê, foi lançado em 1978 e relançado em 1980. Desde então, a Banda Black Rio tem sido referência para artistas internacionais como JamiroquaiMosDef e a banda Incognito, que têm gravado e transformado as suas músicas.
A partir dos anos 2000, renovada e capitaneada pelo atual líder, o pianista William Magalhães (filho de Oberdan Magalhães, um de seus fundadores), a banda viveu uma espécie de renascimento ao lançar o CD Movimento, seguido, em 2002, por Rebirth, pelo selo britânico Mr. Bongo. Em 2011, apresentou o álbum, Super Nova Samba Funk, lançado no exterior pelo selo inglês FarOut Recordings. O CD continua a saga musical da banda, ao unificar a música negra através de vários ritmos, desta vez adicionando ao jazz/funk/samba referências mais atuais como o hip-hop e o rap, congregando os estilos, artistas desses gêneros e de diversas gerações. Atualmente, William Magalhães se prepara para lançar o novíssimo disco de carreira da banda O Som das Américas, com participações de grandes nomes da musica brasileira, entre elesCaetano VelosoGilberto GilElza SoaresSeu JorgeCezar Camargo MarianoChico Cesar e ainda a presença da cantora internacional Hayde Vogel.
Rincon Sapiência
Nascido e criado na Cohab 1, zona leste de São Paulo, Rincon Sapiência apresenta faixas do seu primeiro e tão elogiado álbum Galanga Livre. Aprimorando a originalidade de suas composições, já marcadas por influências do rock e das músicas africana, eletrônica e jamaicana, no novo disco o rapper revela maturidade poética e musical em 11 faixas e mais duas bônus tracks. Tido como um dos destaques de 2017 no cenário musical brasileiro, Galanga Livre rendeu a Rincon Sapiência três troféus do Prêmio Multishow nas categorias “Artista Revelação”, “Melhor Produção” e “Melhor Capa”, liderando as indicações do Superjúri ao lado de Chico Buarque, além de figurar na lista da APCA entre os 25 melhores álbuns nacionais do primeiro semestre. A notória negritude que distingue o trabalho de estreia do MC paulistano se faz sentir nos ritmos, que vão desde a capoeira até o blues, passando pelo coco e pela tropicália, até o afrobeat, permeadas pela sua veia rock and roll característica. Lançado em dezembro de 2016, o videoclipe de Ponta de Lança já alcançou mais de 10 milhões de visualizações no Youtube e rendeu elogios do consagrado ator francês Vincent Cassel.
Banda Black Rio e Rincon Sapiência
Quando: sábado, 31 de março, às 22h30
Abertura da Casa: 21h
Ingressos:
Meia-entrada para todos os setores
Pista: R$ 50 (lote 1), R$ 70 (lote 2) e R$ 90 (lote 3)
Bistrô superior: R$ 100
Camarote: R$ 130
Lotação para este show: 710 lugares
Classificação etária: 12 anos (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Horário da bilheteria: todos os dias, das 12h às 20h (dinheiro, CC e cartão de débito)
Vendas de ingressos: Eventim
SAC Eventim: 4003-6860, das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira
Vendas para pessoas com deficiência: 4003-6860
Anúncios

Ivana Arruda Leite conduz bate-papo com a escritora Alice Ruiz em “A Cozinha da Doidivana” no Sesc Ipiranga dia 25/3

Padrão

A conversa acontece durante uma hora, enquanto Ivana prepara um prato especial que pode ser degustado pelo público

 No dia 25 de março, a escritora e cozinheira Ivana Arruda Leite recebe a autora e compositora Alice Ruiz para um bate-papo no Sesc Ipiranga a partir das 19h. O encontro integra a programação de “A Cozinha da Doidivana”, atividade que acontece na unidade mensalmente desde 2014.

 Enquanto conversa com o convidado, que sempre é um escritor, a anfitriã prepara um prato especial que pode ser degustado pelo público. O encontro começa com perguntas sobre a biografia dos autores e acontece de maneira descontraída. Já estiveram com Ivana diversos nomes como Ferréz, Marcelino Freire, Márcia Tiburi, Antônio Prata, Luiz Ruffato, Ignácio de Loyola Brandão e Sérgio Sant’Anna. Esse ano, ainda estão confirmadas as presenças de Evandro Affonso Ferreira (29/04), Ana Maria Gonçalves (27/05), Sérgio Vaz (24/06).

 Os ingressos custam até R$ 30 e podem ser adquiridos pelo Portal Sesc ou direto nas bilheterias de qualquer unidade.

  A anfitriã

Nascida em 1951, em Araçatuba, a escritora Ivana Arruda Leite é Mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Publicou dois romances: Hotel Novo Mundo e Alameda Santos, além dos livros de contos: Contos Reunidos (com todos os seus contos até 2005) e Cachorros. Escreveu ainda uma novela: Eu te darei o céu – e outras promessas dos anos 60. Tem, também, publicações infanto-juvenis e infantis, dentre as quais, Confidencial – anotações secretas de uma adolescente, Uma turma inesquecível, Diomira e o Coronel Correrão, Diomira, a Sherazade do sertão, coronel Carrerão e Lucinha.

A convidada

Nascida em Curitiba em 1946, Alice Ruiz é poeta, compositora e tradutora. Desde 1990 ministra oficinas de haikai no Brasil. A autora já publicou mais de 20 livros e

compõe desde os 26 anos. Alguns de seus livros publicados são “Vice-Versos”, Jabuti em 1989, “Dois em Um”, Jabuti em 2009, “Outro Silêncio” – (haikais) 2015, Editora Companhia das Letras, SP. Como compositora, tem parcerias com Alzira Espíndola, Arnaldo Antunes, Chico César, Estrela Ruiz Leminski, Itamar Assumpção, João Suplicy, José Miguel Wisnik, Luiz Tatit, Marcelo Jeneci, Mônica Freire, Ná Ozzetti, Sandra Peres, Waltel Branco, Zeca Baleiro, Zélia Duncan, entre outros.

A Cozinha da Doidivana – Com Ivana Arruda Leite e Alice Ruiz

Data25/3/2018

Horáriodas 19h às 20h

Local: Auditório do Sesc Ipiranga
Classificação: Não recomendado para menores de 12.
Ingresso: R$ 30,00, R$ 15,00 meia, R$ 9,00 credencial plena
Endereço: R. Bom Pastor, 822

STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI em DVD, Blu-ray™, Blu-ray 3D™ e Steelbook com 3 discos em março

Padrão

original_SW

Produzido pela Lucasfilms, Star Wars: Os Últimos Jedi (Star Wars: Episode VIII – The Last Jedi, EUA, 2017), sequência da franquia de sucessoStar Wars que conquistou a crítica e os cinéfilos tornando-se a nona maior bilheteria do cinema, chega em 28 de março nas lojas de todo Brasil. Além das versões DVD e Blu-ray™, o longa indicado a quatro Oscar® também vem em Blu-ray™ 3D e Steelbook com 3 discos (Blu-ray™ 3D + Blu-ray™ + disco bônus em Blu-ray™)O disco bônus em Blu-ray™ disponível somente no steelbook inclui material extra que levará os fãs aos bastidores do oitavo filme da saga.

Concorrendo ao Oscar® 2018 de melhor efeito visual, o filme é visualmente deslumbrante, contagia os fãs com o retorno de personagens originais e muito conhecidos, como Luke Skywalker (Mark Hamill), General Leia (Carrie Fisher), Chewbacca (Joonas Suotamo), Yoda (Frank Oz), R2-D2 (Jimmy Vee) e C-3PO (Anthony Daniels) e explora ainda mais a jornada de conhecimento dos novos membros da saga: Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega), Poe Dameron (Oscar Isaak) e Kylo Ren (Adam Driver).

Oitavo episódio da saga, o longa que narra a busca da jovem Rey por entender o equilíbrio da força por meio dos ensinamentos do mestre jedi LukeSkywalker, enquanto o primeiro império de Kylo Ren se reorganiza para enfrentar a aliança rebelde, Star Wars: Os Últimos Jedi é dirigido por Rian Johnson (Breaking Bad, Looper – Assassinos do Futuro, Vigaristas), com trilha sonora do vencedor de 5 Oscar®, John Williams (Tubarão, Star Wars, E.T. – O Extraterrestre) e direção fotográfica de Steve Yedlin (Looper: Assassinos do Futuro, Carrie: A Estranha).

O diretor Rian Johnson, que também assina o roteiro, leva os fãs a uma jornada íntima na criação do filme, explicando sua interpretação da Força, detalhando o meticuloso processo de criação do Líder Supremo Snoke e desconstruindo cenas de ação, como a batalha espacial épica e o confronto final. Johnson também mostra cenas inéditas, além de seus comentários em áudio.

ANDRÉ ABUJAMRA HOMENAGEIA A ÁGUA EM NOVO DISCO

Padrão

IMG_2624_Andre Abujamra_Foto Mustafa Seven_bx (1)

Essa é uma indicação bem pessoal..eu acho o André o grande artista e acompanho o trabalho dele e estou curiosa para ver a surpresa e viagem que será desta vez!

André Abujamra faz show de lançamento de seu trabalho mais recente que faz uma homenagem a água e apresenta o resultado de 11 anos de trabalho e de muitas viagens, o álbum será lançado nas plataformas digitais em 22 de março, Dia Mundial da Água, e em shows no Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, na capital paulista, nos dias 23, 24, às 21h, e 25 de março, às 19h.

O registro audiovisual tem a participação de artistas de 13 países (Rússia, Japão, Estados Unidos, Argentina, Uruguai, Índia, Mali, França, Portugal, Bulgária, Jordânia, República Checa e Brasil) e será lançado em vinil, plataformas digitais, CD, show e documentário.

A ousadia sempre fez parte dos mais de quarenta anos de carreira de André Abujamra. Omindá – A União das Almas do Mundo Pelas Águas – que o artista lança em março – não foge a isso.

O trabalho – lançado em diversos formatos – reúne artistas convidados de diversos lugares do globo, dos Estados Unidos ao Japão, passando por Rússia, Índia, Bulgária, Jordânia entre muitos outros, que acrescentam à música de André sons de seus próprios territórios.

O repertório do show traz as 15 faixas do disco, como a que dá nome ao disco, “Omindá”, e outras como “O Mar”, “Real Grandeza”, “Barulhinho” e “Povo Bonito” – compostas por André – além de parcerias dele com Xis, Theo Werneck e Oki Dub (“Leviatan”) e Mauricio Pereira, Mintcho Garramone, Anelis Assumpção e Martim Buscaglia (“Xangô”), entre outras.

Imagens captadas durante as viagens de Abujamra pelo mundo poderão ser vistas durante o show. Ele decidiu produzir um filme para as 15 faixas que compõem sua trilha sonora, produzidas em coautoria com os músicos com quem trabalhou em sua viagem – clipes das músicas também estarão disponíveis no canal oficial do músico no YouTube (https://www.youtube.com/user/xirian2006).

Além dos artistas internacionais, como a The City of Praga Philharmonic Orchestra (República Checa), o tradicional coro The Mystery of the Bulgarian Voices (Bulgária), Zaza Fournier (França), Ballaké Sissoko (Mali), Maria de Medeiros (Portugal), Sasha Vista (Rússia), Oki Kano (Japão), Perota Chingó – Julia Ortiz e Dolores Aguirre (Argentina), Rishab Prasanna e Sharat Srivastava (India), participam do disco artistas brasileiros como o percussionista Marcos Suzano, o violeiro Ricardo Vignini, a Trupe Chá de Boldo, o companheiro de André n’Os Mulheres Negras, Maurício Pereira, Ritchie, Paulinho Moska, entre muitos outros.

Lavando a alma

Omindá em Yoruba é a junção das palavras Omin (água) e Da (alma). O significado reflete o objetivo do projeto: ser uma grande celebração da diversidade e da comunhão pela arte. O encontro artístico de André Abujamra com estes artistas de várias partes do mundo, convivendo com culturas, tradições, musicalidades e traçando conexões com o Brasil e o exterior como parte fundamental da trajetória do artista.

André Abujamra

Em lançamento do disco Omindá – A União das Almas do Mundo Pelas Águas

23, 24 e 25 MAR 2018 | 21h

Duração: 70 minutos (aproximadamente) ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada) [classificação indicativa: 12 anos] Informações: http://www.auditorioibirapuera.com.br tel: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer Desde 2011, o Auditório Ibirapuera é gerido pelo Itaú Cultural, em parceria com a Prefeitura de SP.

info@auditorioibirapuera.com.br

http://www.auditorioibirapuera.com.br/

 

Saint Patrick’s Day terá edição cultural na Av. Paulista em São Paulo

Padrão

Maior símbolo da cultura irlandesa será celebrado na Casa das Rosas, na capital paulista, com apresentações de música, dança e literatura irlandesa

 

O Saint Patrick’s Day está cada vez mais popular. A celebração, considerada o maior símbolo da cultura irlandesa, vem se espalhando pelo mundo nos últimos anos, conquistando cada vez mais adeptos. Como já é tradição, no dia 17 de março diversos monumentos ao redor do globo serão iluminados de verde. Este ano não será diferente, e o Brasil também irá comemorar o dia do santo padroeiro da Irlanda.

Os pubs e bares e São Paulo já têm a tradição de festejar a data, mas, este ano, os paulistanos contarão com uma programação oficial na Casa das Rosas, na avenida Paulista, no domingo, dia 18 de março. “Irlanda: o país dos mitos, da magia e da música” terá apresentações de música, dança e literatura irlandesa, em um verdadeiro Saint Patrick’s Day na avenida mais famosa de São Paulo. 

Participarão do evento especial o grupo de dança irlandesa Banana Broadway, os grupos de música tradicional Na Fianna, Cia Celta e Oran Irish Music, além de palestrantes que prometem fazer com que os presentes se apaixonem pelo folclore, literatura e história do país.

Comemorações por todo o Brasil

Vários monumentos e construções em cinco cidades brasileiras estão confirmados na celebração e serão coloridos para a data, entre eles o Edifício Jornalista Roberto Marinho, em São Paulo, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Brasília, Recife e Canela (RS) também farão parte desta celebração. 

Mais de 300 pontos turísticos em cerca de 30 países serão iluminados em verde, a cor de Saint Patrick, no dia 17 de março. Entre eles, estão o London Eye, em Londres, o Empire State Building de Nova York, a Galeries Lafayette, em Paris, e a Torre de Pisa, na Itália.

“O Saint Patrick’s Day é um momento de muita alegria, em que celebramos não só o nosso país, mas também a amizade ao redor do mundo”, afirma Barry Tumelty, Cônsul-Geral da Irlanda no Brasil. “É maravilhoso ver que pessoas de vários países abraçaram esse sentimento, em especial, o Brasil. Somos conhecidos no mundo todo por esta festa, e agora queremos que as pessoas vivam a experiência de participar dela”, finaliza.

Programação

Irlanda: O país dos mitos, da magia e da música

11h00 Palestra “Scéalta: Stories from the Irish countryside”, pelo Professor Maureen O’Murphy

12h00 Palestra “A música Irlandesa medieval  e a harpa Gaelica”, por Jóia Emilie Menezes Correia Deur

12h30  Palestra “Irlanda: Ilha da Magia, Terra de Celtas, Reino de Mulheres”, por Claudio Quentin

14h00 Cia Celta e Oran Irish Music 

15h15  Apresentação solo Oran Orish Music

16h00 Na Fianna 

 

Serviço

O país dos mitos, da magia e da música

Local: Casa das Rosas (Av. Paulista, 37 – Paraíso – São Paulo)

Data: 18/03/2018                                  

Horário: a partir das 11h

Arnaldo Antunes apresenta show A Casa é Sua, sábado, 17 de março, na Casa Natura Musical

Padrão
Ex-Titãs revela nova sonoridade em show que passeia por toda a sua carreira.
 ViewImage (3)
No sábado, 17 de março, às 22h30, na Casa Natura Musical, o cantor Arnaldo Antunes apresenta ao público um show intimista, acompanhado por dois músicos, Chico Salem (violão, guitarra e vocal) e Ricardo Prado (teclados, sanfona, violão e vocal). Neste show batizado de A Casa é Sua, Arnaldo explora com liberdade uma nova sonoridade e revela as canções de outro modo, evidenciando mais as letras.
O repertório passeia por músicas de toda sua carreira, como Não Vou Me AdaptarSaibaMeu CoraçãoMuito Muito Pouco, e inclui algumas canções de seu mais novo trabalho, Ao Vivo em Lisboa, como Naturalmente, Naturalmente e Põe Fé Que Já É, além de canções escritas em parceria com Paulo Miklos (Fim do Dia), Marisa Monte e Carlinhos Brown(Consumado), Liminha (Invejoso), Alice Ruiz (Socorro), entre outros artistas.
Poeta, cantor e compositor, Arnaldo Antunes nasceu em São Paulo, em 1960. Integrou o grupo Titãs, com o qual gravou sete discos. Em carreira solo desde 1992, já lançou os discos NomeNinguémO SilêncioUm SomO Corpo (trilha para espetáculo de dança do Grupo Corpo), ParadeiroSaibaQualquerAo Vivo no EstúdioIêIêIê, Ao Vivo Lá em Casa, A Curva da Cintura, Acústico MTV, Disco, Já É e Ao Vivo em Lisboa, além de Tribalistas (com Marisa Monte e Carlinhos Brown) e Pequeno Cidadão (projeto infantil com Edgard Scandurra, Taciana Barros, Antônio Pinto e seus filhos). Tem vários livros publicados no Brasil (entre eles PsiaTudosAs Coisas2 ou + Corpos no Mesmo Espaço40 EscritosComo É Que Chama o Nome Disso e N. D. A., na Espanha (Doble Duplo) e em Portugal (Antologia).
Arnaldo Antunes
Show: A Casa é Sua
Quando: sábado, 17 de março, às 22h30
Abertura da Casa: 21h
Ingressos:
Meia-entrada para todos os setores
Pista: R$ 100 (lote 1),  R$ 130 (lote 2) e R$ 160 (lote 3)
Bistrô inferior: R$ 100
Bistrô superior: R$ 130
Camarote: R$ 160
Lotação para este show: 710 lugares
Classificação etária: 12 anos (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Horário da bilheteria: todos os dias, das 12h às 20h (dinheiro, CC e cartão de débito)
Vendas de ingressos: Eventim
SAC Eventim: 4003-6860, das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira
Vendas para pessoas com deficiência: 4003-6860

Marcela Tavares inicia temporada no Teatro Renaissance E tem professora? Tem sim senhor! “Danos Morais” reestreia em 17 de março em São Paulo

Padrão

MA humorista Marcela Tavares reestreia temporada do show “Danos Morais” em 17 de março, às 23h59, no Teatro Renaissance em São Paulo. Apresentado em mais de 50 cidades brasileiras, o show permanecerá em cartaz até 7 de abril, todos os sábados.

Neste show, Marcela Tavares apresenta textos inéditos, com piadas fortes, que nos faz pensar e rever conceitos de uma maneira extremamente bem humorada (há controvérsias). Os assuntos vão de política, sexo, feminismo, redes sociais até histórias do cotidiano que geram identificação imediata e hilária por parte do público. “Danos Morais” não é um solo de stand-up comum. O espetáculo conta com momentos de grande interação com a plateia, entre elas o grupo de whatsapp que é formado pela própria humorista e que inclui todos aqueles que foram assisti-la. A facebooker usa recursos como projeções interativas, sons, vídeos e internet para criar uma atmosfera de profunda imersão do público no espetáculo. Durante a apresentação os momentos de improviso são um show à parte. Marcela interage com o público transformando-os em parte integrante do espetáculo. Sempre com muito bom humor e descontração.

Danos Morais 

com Marcela Tavares

Direção: Felipe Halliday

Produção nacional: Agência de Shows, Caio Arbex

Assessoria de Imprensa: Florez Comunicação, Chris Florez

Temporada:  17 de março a 7 de abril de 2018 – todo sábado

Horário: às 23h59

Local: Teatro Renaissance – Alameda Santos 2233 / São Paulo

Gênero: Comédia / Stand up e Improviso

Duração: 60 minutos

Ingressos: R$ 60,00 (Inteira) e R$ 30,00 (meia)