Arquivo da tag: Artes Plásticas

Antonio Peticov é destaque no Telão do Domingão

Padrão

No último domingo, 5 de fevereiro, o artista plástico Antonio Peticov foi destaque no programa Domingão do Faustão, da Rede Globo, com cerca de 16 obras apresentadas ao público no espaço chamado Telão do Domingão.

Caracterizadas por um estilo realista, quase fotográfico, as obras de Peticov apresentam uma marca pessoal, um estilo único de perícias, interesse e senso do maravilhoso. Isso sem falar das cores, que são audaciosas e vívidas.

Autodidata, Peticov iniciou aos 12 anos de idade uma pesquisa em livros e revistas e desenvolveu um estilo único baseado no realismo. Atualmente, é um conceituado pintor, desenhista, escultor e já expôs em diversas partes do mundo, como: Salão Paulista de Arte Moderna, em São Paulo; Camden Arts Center, na Inglaterra; Situazione Simbolo – Galeria San Fedele, em Milão; National Arts Center, em New York; Galerie 212, em Paris; Gallery SHO, Tóquio, Japão, 1988.

Confira algumas imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Débora Muszkat na Matilha Cultural

Padrão

Em comemoração aos 458 anos da cidade de São Paulo a Matilha Cultural recebe obra da artista Débora Muszkat em exibição na galeria até o dia 28 de fevereiro.

A obra escolhida pela artista tem o formato de uma aranha, com 80 cm de diâmetro e seis patas que variam de 1 metro a 1,5 m de comprimento, a estrutura foi feita em alumínio revestida com frascos de perfumes reciclados que articulam-se, possibilitando diversas formas de montagem.

Débora utiliza vidro como suporte na sua produção artística. A artista transita por várias linguagens como escultura, desenho, pintura e fotografia. É também arte-educadora e realiza inúmeros trabalhos em projetos sociais e workshops. Desde 1984 trabalha com reciclagem de vidro. Seu atelier é um verdadeiro laboratório de pesquisa na transformação deste material, e abrigará a partir de abril próximo uma instalação de grandes dimensões, uma enorme estrutura de ferro e vidro em formato de uma ponte. A obra, chamada “Homenagem as Ninféias de Monet”, é um projeto que vem sendo desenvolvido há mais de seis meses pela artista em parceria com o arquiteto José Crucello, e está sendo montada em sua casa e atelier de 450 m2 em São Paulo.

Ludovic Carème expõe retratos de celebridades em SP

Padrão

Um dos maiores nomes da fotografia mundial, o francês Ludovic Carème, inaugurou na noite de ontem, na Galeria Imago, em São Paulo a mostra “Retratos”, na qual expõe imagens de 20 celebridades mundiais e brasileiras.

As imagens foram feitas nos últimos 10 anos. Entre os personagens fotografados estão Carla Bruni-Sarkozy, Charlotte Rampling, Costa Gavras, Dennis Bank, Emmanuelle Béart, James Coburn, Jean-Pierre Léaud, Michael Caine, Michel Piccoli, Miucha, Omar Bongo, Oscar Niemeyer, Paul Auster, Pedro Almodovar, Peter Sellars, Salif Keita, Seu Jorge e Woody Allen.

Nascido em Paris, Ludovic Carème transitou por Londres, Madri, América do Sul e Ásia antes de radicar-se em São Paulo em 2007.

Além da mostra, no dia 18, o fotógrafo participa de um bate-papo, gratuito, e nos dias 22 e 23 ele ministra o workshop “O retrato é antes de tudo um encontro”, no valor de R$ 700,00.

Onde? Galeria Imago, rua Ministro Rocha de Azevedo, 419
Quando? Até 5 de novembro, segunda a sexta, das 9h às 20h, sábados, das 9h às 12h
Informações: 11 3017-5699
Grátis

Mostra Modernismos no Brasil estreia no MAC

Padrão

É inaugurada hoje no MAC (Museu de Arte Contemporânea) a mostra Modernismos do Brasil, cujo objetivo é apresentar ao público a diversidade do movimento modernista brasileiro.

A exposição vai reunir cerca de 150 obras do acervo do museu, com destaque para os trabalhos de artistas como Anita Malfati, Tarcila do Amaral, Di Cavalcanti, Pablo Picasso, Giorgio De Chirico, Maria Martins, Giorgio Morandi, Tomie Ohtake, Wassily Kandinsky, Fernand Léger, Victor Brecheret, Antônio Gomide, Henri Matisse, Alfredo Volpi, Alexander Calder, Max Bill, Lygia Clark, Lasar Segall e outros.

Apresentando obras que compõem a coleção de arte brasileira do MAC, a mostra pretende mostrar que durante o período de 1917 a 1948 não houve apenas um modernismo no Brasil – e nem mesmo em São Paulo, e sim várias vertentes. Estas, com demandas artísticas e estéticas tão diversificadas que, muitas vezes, se confundiam ou mesmo combatiam entre si, comprometendo uma visão unitária da arte naquelas décadas.

Com a intenção de também sugerir outras possibilidades de apreciação, a mostra está organizada em cinco blocos. São eles: “A Arte Como Subjetivação do Real”; “A Arte como Suspensão do Real Aparente”; “Arte Como Fuga do Real Aparente”; “A Arte Como Representação do Real Aparente/Apresentação de Seus Limites”; e “A Arte Como Apresentação de Si/ Rompimento dos Limites Impostos Pela Tradição”.

Modernismos no Brasil
Quando? de 6 de outubro a 29 de janeiro de 2012, terça a domingo, das 10 às 18 horas
Onde? MAC USP Ibirapuera – Pavilhão Ciccillo Matarazzo, 3º piso
Grátis

Frida Kahlo na era digital

Padrão

Entra em cartaz em 14 de setembro, na galeria Urban Arts a mostra “¿Y se Fuera Hoy?”, na qual a artista multimídia Saramello transporta Frida Kahlo para os dias de hoje, ressurgindo na era do Iphone.

Nas cerca de 20 obras que estarão presentes no espaço, Frida aparece sensual, glamourosa e mais feminina, a artista conta que a inspiração para as obras veio a partir de um questionamento de como seria hoje a vida da artista plástica.

¿Y se Fuera Hoy?
Onde: Galeria Urban Arts – Rua Oscar Freire, 156 – Cerqueira César
Quando: de 14 a 24 de setembro
Segunda a sexta, das 10h às 19h, sábado, das 10 às 18h
Grátis

"Fridoca Sex Appeal" da artista Saramello