Arquivo da tag: CCBB

Festival exibe filmes australianos em SP

Padrão

Festival filmes australianosA partir de amanhã, 15 de maio, a domingo, o Centro Cultural Banco do Brasil vai exibir a Mostra de Filmes da Austrália, que mescla filmes clássicos e novos, premiados e aclamados pela crítica. As exibições têm entrada gratuita.

Integram a programação tanto um drama histórico vivido por jovens aborígenes, “Geração Roubada”, quanto a comédia “Direto da Lua”, sobre cientistas de uma pequena cidade de excêntricos australianos que controlam os sinais de transmissão da chegada do homem à Lua.

Atores de renome, como Sam Worthington e Heath Ledger, aparecem na tela antes de se tornarem famosos, com “Entrando na Linha” e “Duas Mãos”, respectivamente.

Confira a programação:

Quarta
15h30: “Mary e Max, Uma Amizade Diferente”
17h30: “Olhe Para os Dois Lados”
19h30: “Geração Roubada”

Quinta
15h30: “Direto da Lua”
17h30: “Duas Mãos”
19h30: “Entrando na Linha”

Sexta
15h30: “Olhe para os Dois Lados”
17h30: “Geração Roubada”
19h30: “Mary e Max, Uma Amizade Diferente”

Sábado
15h30: “Olhe para os Dois Lados”
17h30: “Mary e Max, Uma Amizade Diferente”
19h30: “Duas Mãos”

Domingo
14h30: “Direto da Lua”
16h30: “Geração Roubada”
18h30: “Entrando na Linha”

Anúncios

Mostra fotográfica “Um olhar sobre o Brasil” estreia no CCBB Rio

Padrão

olharbrasilCom mais de 300 imagens de diferentes acervos públicos e coleções privadas, chega ao Rio a exposição “Um olhar sobre o Brasil. A fotografia na construção da imagem da nação”. Depois de passar por São Paulo, onde recebeu mais de 68 mil pessoas em dois meses, a mostra ficará em cartaz até 7 de abril no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-Rio).

Projeto inédito, que perpassa 170 anos de história do Brasil (1883-2003) a partir do registro fotográfico, a mostra explora nuances de luz e sombra ao mesmo tempo em que costura história e iconografia.

Tomando como ponto de partida o momento próprio de invenção da técnica fotográfica, a exposição revisita o olhar “científico” que guiava as expedições estrangeiras para o país, o gosto de D. Pedro II pelo novo suporte e os registros de revoltas populares, como a de Canudos, até chegar à grande multiplicação de temas, ângulos, acontecimentos e reviravoltas que compuseram o longo século XX.

Cada fotografia acompanha um pequeno texto, na verdade, sua micro-história, com informações que vão muito além da tradicional legenda (título, data, autor).

Um olhar sobre o Brasil – A fotografia na construção da imagem da Nação
Onde? CCBB Rio – Rua Primeiro de Março, 66 – 2º andar
Quando? até 7 de abril – terça a domingo, das 9h às 21h
Grátis

Ator francês Louis Garrel ganha retrospectiva no CCBB

Padrão

os sonhadoresConhecido por interpretar homens sedutores, o ator francês Louis Garrel é tema de retrospectiva no Centro Cultural Banco do Brasil.

O galã de 29 anos já atuou em 21 filmes, como “Os Sonhadores” (2002), de Bernardo Bertolucci. Aliás, o longa é destaque da mostra “Louis Garrel, o Ator Fetiche do Cinema Francês”.

A programação conta também com “Canções de Amor”, “Bela Junie”, “Bem Amadas”, “Amores Imaginários”, “Um Verão Escaldante”, “Amantes Constantes” e “A Fronteira da Alvorada” –esses três últimos são assinados por seu pai, o diretor Philippe Garrel.

Entre os destaques estão dois curtas dirigidos por Garrel: “Meus Camaradas”, de 2008 e Aprendiz de Alfaiate, de 2010.

Louis Garrel, o Ator Fetiche do Cinema Francês
Onde? CCBB – Rua Álvares Penteado, 112
Quando? 9 a 27 de janeiro
Ingressos: R$ 4,00

CCBB promove mais duas edições da Virada Impressionista

Padrão

Depois de receber um público de 12 mil pessoas na primeira “virada impressionista” da mostra, o CCBB repete a dose e abre as portas durante as madrugadas de 7 a 8 de setembro e 5 a 6 de outubro.

Desde 4 de agosto, como já abordamos aqui, o CCBB tem sediado a mostra “Paris e a Modernidade, Obras-Primas do Acervo do Museu d’Orsay de Paris, França”, que apresenta uma Paris moderna – cidade que atraiu artistas como Claude Monet, Pierre-Auguste Renoir, Vincent Van Gogh e tantos outros.

Quem ainda não conferiu e quer conhecer mais sobre a arte francesa, vai se deparar com seis módulos da exposição: “Paris: a cidade moderna”, “A vida urbana e seus autores”, Paris é uma festa”, “Fugir da cidade”, “Convite à viagem” e “A vida silenciosa”. São mais de 80 obras.

CCBB recebe acervo do Museu d’Orsay

Padrão

A partir do próximo sábado, 4 de agosto, o CCBB vai exibir a mostra “Paris: Impressionismo e Modernidade” que traz 85 obras do Museu d’Orsay, um dos mais visitados do mundo e detentor da mais importante coleção de arte impressionista. Além disso, neste final de semana a instituição vai realizar uma “Virada Impressionista” mantendo suas portas abertas na madrugada para a estreia da exposição.

A mostra reúne obras dos principais expoentes do Impressionismo, como Claude Monet, Vincent Van Gogh, Jules Lefebvre, Edouard Manet, Paul Gauguin, Pierre-Auguste Renoir, Toulouse-Lautrec, entre outros. O objetivo é apresentar um panorama detalhado do movimento impressionista, que teve grande significância em Paris, no século XIX.

Dividida em seis módulos, em “Paris: a Cidade Moderna”, “A Vida Urbana e Seus Autores” e “Paris é Uma Festa” estarão cenas da vida burguesa retratadas por Renoir e do cotidiano mundano das prostitutas, em quadros de Toulouse-Lautrec, por exemplo.

Já “Fugir da Cidade”, “Convite à Viagem” e “A Vida Silenciosa” trarão obras de artistas que escaparam do ritmo acelerado de Paris para uma vida calma e reservada, como Van Gogh, que decidiu seguir para Arles, no interior da França.

A curadoria é de Caroline Mathieu, conservadora chefe do Museu d’Orsay, Guy Cogeval, presidente do Museu d’Orsay, e Pablo Jiménez Burillo, diretor geral do Instituto de Cultura da Fundación MAPFRE.

Paris: Impressionismo e Modernidade
Onde? CCBB – Rua Álvares Penteado, 112
Quando? 4 de agosto a 7 de outubro. Terça a domingo, das 10h às 22h
Grátis

Anima Mundi

Padrão

A 20ª edição do Anima Mundi, que começa na próxima quarta-feira, 25 de julho, traz 448 filmes, dos quais 80 são brasileiros, de um total de 1.623 inscritos. Há produções da Dinamarca, França, Alemanha, Estados Unidos, Japão e de outros países menos conhecidos no mundo do cinema de animação, como os estreantes Síria e Tunísia.

Além das mostras, competitivas e não competitivas, palestras e retrospectivas, o Anima Mundi oferecerá as tradicionais oficinas gratuitas, por meio das quais pessoas de todas as idades terão contato com diversas técnicas de animação. Um dos destaques é a oficina 12l, com tablets que serão animados pelo público.

A programação inclui também retrospectivas de animadores, como PES, apelido do americano Adam Pesapane, famoso por animar objetos cotidianos com humor e ironia, e Len Lye, neozelandês morto em 1980. Rodrigo Teixeira, diretor de efeitos visuais do filme “A Invenção de Hugo Cabret”, vencedor do Oscar 2012, vem ao evento para falar sobre o uso do 3D nas animações.

Anima Mundi
Onde? Memorial da América Latina, av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, portão 1
Quando? 25 a 29 de julho; das 12h às 23h
Grátis

Maior mostra sobre Ingmar Bergman no país começa hoje!

Padrão

Entre os dias 13 de junho e 15 de julho, o Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo (CCBB SP) recebe a mostra Ingmar Bergman. Com mais de 50 longas, curtas, documentários inéditos e filmes para a televisão, essa é a maior retrospectiva já realizada no país do consagrado diretor sueco e autor de clássicos como Morangos Silvestres (1957) e O Sétimo Selo (1956).

A retrospectiva conta ainda com a presença do documentarista sueco Stig Björkman, para conversa com o público, e curso ministrado pelo crítico Sérgio Rizzo, abordando as fases da carreira do diretor.

A Mostra abrangerá todas as fases da carreira do diretor, desde filmes menos conhecidos do começo de sua carreira cinematográfica nos anos 40, como Prisão, Crise, Chove Sobre Nosso Amor, passando pelos clássicos dos 50, como Mônica e o Desejo (1953), O Silêncio, Luz de Inverno e Através do Espelho (1961), vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro. Já entre os destaques da filmografia de Bergman dos anos 70, serão exibidos Gritos e Sussurros (1972), Cenas de um Casamento (1973) e Sonata de Outono (1978), entre outros.

As projeções também contarão com filmes feitos primeiramente para a televisão e que depois obtiveram versões para o cinema, como Cenas de um Casamento e Fanny e Alexander etc. Outros documentários, como Faro 1969 e 1979, que abordam a vida e as dificuldades dos habitantes da Ilha de Faro, refúgio do diretor e cenário de alguns de seus filmes como Através de um Espelho, também serão exibidos.

Para consultar a programação, clique aqui!

Mostra Ingmar Bergman
Onde? CCBB – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
Quando? Até 15 de julho; quarta a domingo, das 9h às 20h
Ingressos: R$ 4