Arquivo da tag: Cine Olido

São Paulo recebe 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

Padrão

MostraEcofalante2Uma discussão sobre o meio ambiente e a relação entre o homem e a natureza através de debates e da exibição de mais de 70 filmes de 20 países, a maioria inéditos no Brasil – este é o cardápio da 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que acontece, com entrada franca, de 23 a 30 de maio, em seis salas paulistanas: Reserva Cultural, Cine Livraria Cultura, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo, Cine Olido e no novo Cinusp Maria Antônia.

De caráter não-competitivo, o evento tem sua programação principal organizada em sete eixos temáticos (Água, Cidades, Contaminação, Economia, Globalização, Mobilização e Povos e Lugares), além de uma retrospectiva histórica e de uma homenagem ao cineasta e diretor de fotografia Aloysio Raulino.

A abertura do evento vai contar com a exibição de “Mais que Mel”, do cineasta suíço Markus Imhoof. Inédito no Brasil, o filme propõe uma viagem ao redor do mundo para conhecer as pessoas que vivem com e das abelhas: produtores de amêndoa da Califórnia, um apicultor das montanhas suíças, um neurocientista alemão investigando o cérebro das abelhas, um negociante de pólen na China, e pesquisadores de abelhas na Austrália.

Confira a programação em: http://www.ecofalante.org.br/mostra/

2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental
Quando? De 23 a 30 de maio de 2013
Onde? Reserva Cultural – Av. Paulista 900, Bela Vista
Cine Livraria Cultura – Av. Paulista 2073, Cerqueira Cesar
Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso 207, Vila Clementino
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000, Liberdade
Cine Olido – Av. São João 473, Centro
Cinusp Maria Antônia – Rua Maria Antônia 294, Consolação
Grátis

Fique por dentro da programação de cinema da Virada Cultural

Padrão

Disque M para matarCom programação para todos os gostos, a Virada Cultural que começa a partir das 18h de amanhã, 18 de maio, vai trazer uma infinidade de opções para os cinéfilos que estiverem pela cidade.

Entre os destaques está a sessão de “Disque M para Matar” (1954), de Alfred Hitchcock, que terá exibição em 3D de uma cópia restaurada, ainda inédita na América Latina, no CineSesc. A sala também exibe o suspense “Vestida para Matar” (1980), de Brian De Palma.

Já o Cine Dom José abriga a mostra Pink Porn, que vai exibir filmes eróticos, conhecidos como “softcores japoneses”, uma espécie de filme pornô de curta duração, cujo tema costuma ser violência, normalmente envolvendo membros das tradicionais organizações de crime organizado do Japão, Yakuza. O destaque fica para “A Mulher Inseto”, de Shohei Imamura.

O Cine Olido vai exibir 24 horas de filmes de terror underground, como “Rock n’Roll High School” (1979), longa de Allan Arkush que conta com a participação da banda de rock Ramones.

A programação do CCSP conta com sessões de filmes nacionais independentes na mostra “Vitrine”, como o ainda inédito no circuito “9 Crônicas de um Coração aos Berros”, de Gustavo Galvão, e “Estrada para Ythaca”, de Guto Parente, Pedro Diógenes, Luiz Pretti e Ricardo Pretti.

Confira a programação completa:

Centro Cultural São Paulo
Sábado
18h: “Eles Voltam”
20h: “9 Crônicas de um Coração aos Berros”
22h: “Doméstica”

Domingo
0h: “As Hiper Mulheres”
2h: “Um Lugar ao Sol”
4h: “Estrada para Ythaca”
6h: “A Cidade É uma Só?”
8h: “Pacific”
10h: “Crítico”
12h: “Esse Amor que Nos Consome”
14h: “No Lugar Errado”
16h: “Boa Sorte, Meu Amor”

Cinesesc
Sábado
18h: Uma Homenagem Para Carlos Reichenbach
19h: “As Leis Místicas”
21h30: “São Paulo, A Sinfonia da Metrópole”

Domingo
0h: “Juan de Los Muertos”
2h30: “Disque M para Matar – 3D”
5h: Filme Surpresa – “Vestida para Matar”
10h30: Uma Homenagem para Carlos Reichenbach
11h: “Tainá 3 – A Origem”
15h: “La Violetera”

Cine Dom José
Sábado
18h: “A Mulher Inseto”
20h30: “Segredos por Trás da Parede”
22h: “Blue Film Woman”

Domingo
0h: “Um Belo Mistério – A Lenda do Grande Pênis”
2h: “O Embrião Caça em Segredo”
4h: “Ejaculando Orações: uma prostituta de 15 anos de idade”
6h: “Escola da Besta Sagrada”
8h: “Dona de Casa – Sexo da Tarde”
9h30: “Os Pornógrafos”
12h: “S&M Hunter”
13h30: “Kyte/Breakdown”
15h: “Love – Zero = Infinity”
16h30: “Cabelos Negros, Alma de Veludo”
18h: “As Madeiras São Molhadas – Mulher Inferno”

Cine Olido
Sábado
20h: “Santa Sangre
22h: “Thriller, a Cruel Picture

Domingo
0h: “De Repente a Escuridão”
2h: “Emanuelle na América”
4h: “A Noite do Terror Cego”
6h: “Visitor Q”
8h: “Rock n’ Roll High School”
10h: “Fascinação”
12h: “Confissões de um Comissário de Polícia”
14h: “Terror nas Trevas”
16h: “Cartas de Amor de uma Freira Portuguesa”
18h: “Banho de Sangue”

Esporte olímpico brasileiro ganha mostra no Cine Olido

Padrão

No próximo sábado, 6 de outubro, a partir das 15h, o Cine Olido promove a exibição de uma série de documentários sobre a história do Brasil e seus atletas nos jogos olímpicos. Serão exibidos três filmes produzidos pela primeira edição da mostra Memória do Esporte Olímpico Brasileiro. Após as exibições acontecerá um bate-papo entre o público presente e os diretores dos videodocumentários, André Pupo, Iberê Carvalho e Denis Kamioka.

Programação:
“Aida dos Santos, Uma Mulher de Garra”, de André Pupo. Única mulher da delegação brasileira nas Olimpíadas de Tóquio, em 1964, Aida dos Santos conquistou a quarta posição na prova de salto em altura, mesmo sem treinador, patrocinador, tênis ou uniforme próprio. Esse projeto resgata a memória dessa saltadora e sua epopeia olímpica.

“Maria Lenk – A Essência do Espírito Olímpico”, de Iberê Carvalho. O documentário compartilha com todos os brasileiros as histórias e recordações generosamente contadas pela nadadora brasileira Maria Lenk. Um material único, de valor inestimável para a memória do esporte olímpico brasileiro.

“Brilho Imenso, a História de Claudio Kano”, de Denis Kamioka. Humilde e carismático, o mesa-tenista Cláudio Kano participou de duas Olimpíadas (Seul, 1988, e Barcelona, 1992) e deixou muitas saudades após sua trágica morte antes dos Jogos Olímpicos de Atlanta, 1996. Cláudio não chegou a ser um medalhista olímpico, mas sua carreira reúne elementos muito especiais, que revelam o perfil não só de um grande atleta, mas de um verdadeiro ídolo.

Memória do Esporte Olímpico Brasileiro
Onde? Cine Olido, Av. São João, 471
Quando? 6 de outubro, às 15h
Grátis

7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

Padrão

A 7ª edição da Mostra Mundo Árabe acontece entre 25 de junho e 10 de julho em três salas de cinema de São Paulo: CineSESC, Cinemateca e Cine Olido. O evento tem a perspectiva de mostrar ao público brasileiro a diversidade cultural, social e política existente entre os 22 países de língua árabe.

Neste ano, o evento homenageia o professor Aziz Ab’Saber, falecido recentemente, e exibe 32 filmes, entre longas-metragens e documentários, que retratam a realidade política, social e cultural dos países árabes, além de obras brasileiras com temáticas relacionadas à imigração árabe no Brasil ou à relação do Brasil com os países árabes e muçulmanos.

Promovido pelo Instituto da Cultura Árabe, contará com documentários como “Amor Abortado” e ficções como “O Atirador” e “Estrelas em Plena Luz do Dia”, que abordam a realidade política, social e cultural dos países árabes. Outro destaque é o lançamento do longa “Constantino”, do brasileiro Otávio Cury. O público também terá a chance de ver também filmes brasileiros com temáticas relacionadas à imigração árabe no Brasil, além de obras sobre a relação entre Brasil e povos árabes.

Veja a programação completa da mostra aqui!

5º Festival Cinema do Oriente Médio

Padrão

O Festival Cinema do Oriente Médio, antes conhecido como Imagens do Oriente, leva 27 atrações ao CineSesc e ao Cine Olido a partir de hoje, 30 de setembro.

Esta é a quinta edição do evento, que desta vez traz filmes de países como Irã, Egito, Iêmen, Tunísia, Marrocos, Palestina, Síria e Turquia. São curtas, médias e longas-metragens, entre ficções e documentários, além de reportagens da BBC inglesa

Omar Amiralay, cineasta sírio que morreu em fevereiro aos 66 anos, ganha um especial com a exibição de dois filmes: “Inundação no País do Baath” e “Um Prato de Sardinhas”, ambos exibidos hoje no CineSesc.

Entre os destaques está também o documentário tunisiano “Sem medo a partir de hoje”, de Mourad Bem Cheikh, que exibe a queda do ditador Ben Ali do poder da Tunísia em janeiro. O documentário retrata o início dos levantes inspiradores da explosão de revoltas que tomaram conta do norte da África este ano.

Onde? CineSesc – rua Augusta, 2075 / Cine Olido – Av. São João, 473
Quando? Até 9 de outubro
Quanto? R$ 1 a R$ 4