Arquivo da tag: Londres

Espetáculo “Game of You” realiza ensaio aberto ao público no sábado

Padrão

game of youNo sábado, 6 de abril, às 19h será realizado no Condomínio Cultural um ensaio aberto da peça Game of You. Misturando fatos reais, ficção, comédia musical e tecnologia, o espetáculo levanta questões sobre liberdade, amor, auto rejeição e auto aceitação, sonho e desilusão.

Concebido e escrito em parceria com a atriz brasileira Nadja Mitidiero, e sob direção de Nir Paldi, diretor da premiada companhia teatral de Londres Theatre Ad Infinitum, o espetáculo trará ao país o que existe de mais atual e inovador na cena teatral inglesa, sendo resultado de uma pesquisa visual hibrida entre cinema, animação e teatro.

A obra é baseada nos registros de cinco diários reais da atriz em seu salto escuro rumo a uma nova vida em Londres. Na narrativa, a heroína mergulha na aventura a fim de revelar no palco a metáfora da experiência vivida.

Para viabilizar uma temporada da peça, o projeto busca financiamento coletivo pelo Catarse. Para apoiar e obter mais informações, consulte: http://producaogameofyou.wix.com/a-game-of-you#!clients/ctzx.

Game of You
Ensaio aberto – sábado, 6 de abril, às 19h
Onde? Condomínio Cultural – Rua Novo Mundo, 342 – Pompeia
Grátis

Nina Pandolfo expõe na capital inglesa

Padrão

As populares meninas de olhos grandes e expressivos da artista plástica e grafiteira Nina Pandolfo amadureceram. Mais sofisticadas, com formas mais alongadas, e com o olhar mais profundo e contemplativo as personagens ganham ares de mocinhas vaidosas e ousadas, mais ligadas ao mundo fashion. Baseada, sempre, em sua sensibilidade lúdica e nas boas lembranças da vida, Nina flagra esta nova fase de suas pupilas e lança série de telas e esculturas com passagem marcada para Londres. A exposição individual intitulada Feelings,com curadoria de Steve Lazarides, abrirá no dia 31 de maio na galeria de artes britânica The Outsiders.

Com produção seguindo a todo vapor em seu ateliê em São Paulo, Nina tem trabalhado em telas e esculturas que atravessarão o Atlântico nos próximos dias. A artista ousou no tamanho das telas, que estão maiores dos que as anteriores, e as esculturas se tornaram mais compactas, porém, trazem o mesmo requinte e charme de sempre.

“Cada uma das meninas está mais madura e marcante, com personalidade própria, forte, e distinta uma da outra. O que não acontecia antes quando eram garotas, que queriam se vestir de modo semelhante para dar a sensação de pertencerem à mesma tribo”, explica Nina. Porém, para ela não existe a idade da cédula de identidade, “a idade mental é a mais importante. As meninas assumem seu estado de espírito e não se prendem ao tempo.”

Steves Lazarides, dono da The Outsiders, fã do trabalho da artista, a reconhece como uma mudança renovadora no mundo do grafite, esmagadoramente machista e masculino: “Admiro a maneira como Nina abraça sem medo todas as formas de arte. Sua obra é uma festa para os sentidos. É lúdica, sensual, do outro mundo. Ela nos faz imergir no seu mundo e escapar da rotina do dia a dia. Adoro aquelas garotas olhudas, tenho vontade de entrar na pintura!”

Com esta primeira mostra individual na capital inglesa, Nina integrará o seleto grupo de artistas consagrados da street art elencado por Lazarides, como o aplaudido fotógrafo francês, J.R, que exibe obras na The Outsiders. Na primeira vez que expôs em Londres, em 2005, Nina participou de um coletivo da galeria VINYL, que reuniu apenas artistas mulheres de várias partes do mundo em uma exposição sobre arte contemporânea.

Ciclistas com estilo

Padrão

Um fotógrafo alemão pedalou 5 mil quilômetros em um ano para registrar imagens de alguns dos ciclistas mais interessantes da capital britânica.

Fascinado pela gigante subcultura ciclista de Londres, Horst A. Friedrichs diz adorar a substancia que se encontra na cidade, como as diferentes origens, as roupas únicas etc.

Por não gostar de dirigir, ele próprio ia de bicicleta de sua casa, em Kingston-upon-Thames, nos arredores de Londres, até a capital para tirar as fotos que agora fazem parte do livro Cycle Style, da editora Prestel.

“Para mim, pedalar representa liberdade. Carros só trazem estresse, procura por vagas, impostos”, destaca o fotógrafo.

Entre as pessoas retratadas por Friedrichs, que se considera mais um fotojornalista que um fotógrafo de moda, estão o dançarino Para, ao lado de sua bicicleta folheada a ouro, e participantes da Tweed Run de 2011, evento descrito como “um passeio de bicicleta metropolitano com um pouco de estilo”.

Há também um brasileiro, retratado com seu impressionante bigode no mercado de Spitalfields, no leste de Londres.

Outra das fotos mostram um ciclista com uma tatuagem no braço que diz: “Ride it Like You Stole it” ou “Pedale Como se Tivesse Roubado (a bicicleta)”, em tradução livre.

“Usar bicicletas para se locomover em cidades já foi visto como uma coisa hippie, mas isso mudou. Elas são o transporte do futuro”, diz Friedrichs.

Veja as fotos:


Fonte BBC

Brazilian Film Festival of London celebra sua 3ª edição

Padrão

A capital inglesa recebe desde ontem, 6 de setembro, a 3ª edição di Brazilian Film Festival, que nesta edição conta com a curadoria do cineasta Fernando Meireles.

O festival vai contar com exibições de produções cinematográficas brasileiras, entre longas e curtas, como o documentário Filhos de João, O Admirável Mundo Novo Baiano, de Henrique Dantas, lançado no Brasil em julho, O Homem do Futuro, de Cláudio Torres – previsto para estrear em setembro – e o drama 180º, de Eduardo Vaisman, entre outros filmes selecionados por Fernando Meirelles e Bianca de Felippes.

A programação inclui ainda a entrega do Prêmio Lente de Cristal ao Melhor Longa-Metragem escolhido pelo público e uma homenagem da organização WFTV (Women in Film and Televion) à produtora Paula Barreto.