Arquivo da tag: Mostra

Exposição Show de Bola

Padrão

Este slideshow necessita de JavaScript.

As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Piracicaba recebem durante o mês de Julho a exposição “show de Bola” que faz uma alusão ao globo terrestre e reúne obras de 95 artistas plásticos de diferentes países incluindo o Brasil.

Os artistas assumiram o desafio de representar um pouco de suas culturas, através de pinturas figurativas ou abstratas, fotografias ou esculturas, seguindo a temática: “A beleza e a riqueza de seu país”.

“Uma simbiose onde cada obra fala por si e o conjunto mostra a riqueza plural de nossa diversidade como habitantes dessa enorme esfera global. Uma verdadeira colmeia de talentos e inspirações produzindo o rico mel da arte”, declara Leda Maria idealizado e curadora da exposição.

O projeto utiliza como mídia básica, para transposição das obras em 2D, a tela em forma de um hexágono, com 60 cm em cada uma de suas faces. São utilizados 7 hexágonos para formar um círculo (bola), permitindo a união de temáticas e dos vários artistas / países.

Cada círculo, depois de montado, chega a medir aproximadamente 3 metros de diâmetro. O caráter itinerante da exposição confere ainda mais movimento às obras de cada artista que poderão ser expostas simultaneamente em três cidades ou locais diferentes, já que cada um se predispôs a fazer três hexágonos distintos.

Para conhecer as obras e artistas participantes, acesse:

https://www.showdebola2014.net/gallery.html

Show de Bola em Piracicaba
Onde? Centro Cultural Martha Watts
Rua Boa Morte, 1257 – Centro, Piracicaba / SP.
Quando? dee 6 a 27 de junho.
Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h.
Quanto? grátis.
Informações: (19) 3124-1889.

Show de Bola em São Paulo
Onde? Biblioteca Alceu Amoroso de Lima
Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros, São Paulo / SP.
Quando? de 14 de junho a 14 de julho.
Horário: 2ª a 6ª feira, das 10h às 19h e sábado, das 9h às 16h.
Quanto? Grátis
Informações (11) 3082-5023.

Show de Bola no Rio de Janeiro
Onde? Centro Cultural Justiça Federal
Av. Rio Branco, 241 – Centro, Rio de Janeiro / RJ.
Quando? de 11 de junho a 13 de julho.
Horário: de terça a domingo, das 12h às 19h.
Quanto? grátis.
Informações? (21) 3261-2550.

 

Anúncios

Festival “É tudo verdade” começa hoje

Padrão
"Cidade do Som", de Dave Grohl é um dos destaques do festival

“Cidade do Som”, de Dave Grohl é um dos destaques do festival

Começa hoje na capital paulista a 18ª edição do festival “É tudo verdade”, que traz ao público um total de 82 documentários que serão exibidos até 14 de abril.

O grande homenageado da mostra deste ano é o russo Dziga Vertov, conhecido principalmente por “O Homem da Câmera de Filmar”. Cópias raras em 35 mm dos filmes do diretor serão exibidas em oito programas diferentes.

O festival também adianta o cinquentenário do golpe militar, que ocorre em 2014, com exibições do longa “Jango” e dos curtas institucionais que promoveram a deposição de João Goulart (1919-1976).

Nesta edição o festival contará com a presença de diretores, curadores e pesquisadores vindos de nove países. Um dos destaques é presença do holandês Joost Daamen, representante do iDFA – International Documentary Film Festival Amsterdan e de Adelheid Heftberger, curadora da coleção Dziga Vertov do Austrian Film Museum, que participará de debate sobre Vertov em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Os finlandeses Mika Purola, Pekka Lehto e Iiris Härmä, a sueca de origem iraniana Nahid Person, e os russos Grigory Libergal, Sergey Miroshnichenko e Olga Kchmenko apresentarão seus filmes ao público durante as exibições. A portuguesa Susana de Sousa Dias e o sueco Stig Björkman, que integram o Júri Oficial, selecionarão o melhor documentário da Competição Internacional.

O diretor americano Alan Berliner e o canadense Peter Wintonick, participarão da 13º Conferência Internacional do Documentário, que será realizada no MIS.

Confira a programação conpleta do festival aqui!

É tudo verdade – 18º Festival Internacional de Documentário
Quando? Até 14 de abril
Onde? CCBB, Cine Livraria Cultura, Cinemateca Brasileira, MIS e Reserva Cultural
Grátis

Festival de Cinema de Direitos Humanos

Padrão

Começa em 22 de novembro a 7ª edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que até 20 de dezembro irá passar por 26 capitais do país e também pelo Distrito Federal.

Nesta edição, a mostra presta uma homenagem a Eduardo Coutinho. Considerado um dos mais importantes documentaristas da atualidade, seu trabalho é reconhecido pela sensibilidade e pela capacidade de ouvir o outro, registrando sem sentimentalismos as emoções e aspirações das pessoas comuns. Estão programados o clássico “Cabra Marcado Para Morrer” (1984), premiado no Festival de Berlim, “Santo Forte” (1999), um mergulho na intimidade de católicos, umbandistas e evangélicos de uma favela carioca, e “O Fio da Memória” (1991), mosaico sobre a experiência negra no Brasil a partir da figura de um artista popular. Coutinho tem encontro com o público no dia 24/11, sábado, às 16h30, na Cinemateca Brasileira (São Paulo).

A programação traz ainda uma série de títulos inéditos no circuito comercial, como os longas-metragens “Hoje”, de Tata Amaral, e “O Dia Que Durou 21 Anos”, de Camilo Tavares. Também inédito comercialmente no país, o colombiano “Chocó”, de Johnny Hendrix Hinestroza, foi lançado pelo Festival de Berlim deste ano e transformou-se em grande sucesso de público: meio milhão de pessoas assistiram ao filme na Colômbia. A obra destaca os problemas do desemprego, do desalojamento e da violência doméstica.

Com sua estreia mundial também promovida pelo Festival de Berlim, o indicado oficial pelo Uruguai ao Oscar de Filme Estrangeiro “A Demora” mostra uma mulher, de família pobre, que não consegue internar seu idoso pai em um asilo e acaba tomando uma atitude drástica. Assinado pelo cultuado diretor Rodrigo Plá, o longa é inédito nas salas brasileiras.

Já “Batismo de Sangue”, dirigido por Helvécio Ratton, trata da participação de frades dominicanos na luta clandestina contra a ditadura militar brasileira, no fim dos anos 1960. Adaptado do livro homônimo de Frei Betto, vencedor do prêmio Jabuti, o filme foi vencedor dos prêmios de melhor direção e melhor fotografia no Festival de Brasília e tem no elenco Caio Blat, Daniel de Oliveira, Cássio Gabus Mendes e Ângelo Antônio.

Toda a programação pode ser consultada em: http://www.cinedireitoshumanos.org.br/2012/

7ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul
Onde? Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207 e CineSesc – Rua Augusta, 2075
Quando? 22 a 29 de novembro
Grátis

7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

Padrão

A 7ª edição da Mostra Mundo Árabe acontece entre 25 de junho e 10 de julho em três salas de cinema de São Paulo: CineSESC, Cinemateca e Cine Olido. O evento tem a perspectiva de mostrar ao público brasileiro a diversidade cultural, social e política existente entre os 22 países de língua árabe.

Neste ano, o evento homenageia o professor Aziz Ab’Saber, falecido recentemente, e exibe 32 filmes, entre longas-metragens e documentários, que retratam a realidade política, social e cultural dos países árabes, além de obras brasileiras com temáticas relacionadas à imigração árabe no Brasil ou à relação do Brasil com os países árabes e muçulmanos.

Promovido pelo Instituto da Cultura Árabe, contará com documentários como “Amor Abortado” e ficções como “O Atirador” e “Estrelas em Plena Luz do Dia”, que abordam a realidade política, social e cultural dos países árabes. Outro destaque é o lançamento do longa “Constantino”, do brasileiro Otávio Cury. O público também terá a chance de ver também filmes brasileiros com temáticas relacionadas à imigração árabe no Brasil, além de obras sobre a relação entre Brasil e povos árabes.

Veja a programação completa da mostra aqui!

Circuito Moda e Arte

Padrão

Começa amanhã, 16 de junho, a sexta edição do Circuito Moda e Arte, evento que tem como missão promover o acesso democrático à cultura da moda. Com uma programação gratuita e aberta ao público em geral, reúne mostra de cinema, debates, oficinas criativas, performances e exposições.

O evento já teve sua programação realizada em espaços como Pinacoteca do Estado, Museu Lasar Segall, Reserva Cultural, Centro Cultural Banco do Brasil, Museu do Futebol, Casa das Rosas, CINUSP, Galeria Olido, entre outros.

Nesta edição, as ações serão realizadas no Museu da Língua Portuguesa, e o circuito terá a participação especial de Marcelo Sommer, que promete revelar detalhes de sua trajetória profissional e também apresenta a instalação “Vestido Vermelho”, concebida exclusivamente para dialogar com o espaço expositivo do Museu. Esta edição conta ainda com a participação do Designer Geraldo Lima, criador das etiquetas em braile; Michelli Provensi, modelo e Paola Fuenzalida, booker, ambas da Ford Models; Augusto Mariotti, diretor de conteúdo da Luminosidade, que apresentará o Movimento HotSpot para o grande público e a dinâmica oficina “Bonecas para Todos”, direcionada para todos os públicos, que trata diferença e igualdade de modo lúdico e bem humorado, do atelier Preta Pretinha.

6ª Edição do Circuito Moda e Arte
Onde? Museu da Língua Portuguesa – Pça. da Luz, s/n
Quando? 16 de junho a 1º de julho
Consulte a programação em: http://galeriacentral.org
Grátis

Millôr Fernandes ganha exposição com 50 caricaturas

Padrão

A exposição “Ao Millôr com Humor” apresenta mais de 50 caricaturas para homenagear o desenhista, jornalista, dramaturgo e escritor Millôr Fernandes, falecido em 27 de março. Com entrada grátis, o público pode ver as obras na praça de eventos do shopping Plaza Sul (zona sul de São Paulo), entre 13 e 28 de abril.

Serão mais de 50 caricaturas na mostra, organizada pelo curador Jal. Entre os que terão seus trabalhos apresentados estão Seri, Carvall, Cassio Manga, Paulo Emmanuel, Miguel Falcão, Claudio Moura e Baptistão.

Ao Millor com Humor
Onde? Shopping Plaza Sul – Praça Leonor Kaupa, 100
Quando? Até 28 de abril, segunda a sábado, das 10h às 22h, domingos e feriados, das 14h às 20h
Grátis

CCBB reúne produções do cinema brasileiro da última década em mostra

Padrão

Começa na próxima sexta-feira, 13 de abril, a mostra “Cinema Brasileiro: anos 2000, 10 questões”, no Centro Cultural Banco do Brasil.

A mostra pretende traçar um painel da produção cinematográfica brasileira de 2001 a 2010 com a exibição de mais de 50 filmes e a realização de dez debates temáticos com críticos e pesquisadores.

Mais do que estabelecer um julgamento de valor para a eleição dos melhores da década, a ideia é abrir espaço para a revisão de importantes trabalhos e provocar uma profunda reflexão a partir do material audiovisual produzido na última década.

Nesse contexto, a partir dos filmes exibidos, a mostra pretende promover debates com enfoque em 10 questões, sendo: “Que país é esse?”, “Para onde vão nossos heróis?”, “Que gêneros são nossos?”, “Quais imagens do Brasil lá fora?”, “Ação entre amigos: opção, afirmação ou necessidade?”, “Subjetividade: modo ou moda?”, “O outro: temer, tolerar ou conhecer?”, “Deslocamentos: para onde e por que?”, “Obra em processo ou processo como obra?”, “O que pulsa além dos longas?”.

Entre alguns destaques da programação estão os longas Estômago, Baixio das Bestas, Simonal – Ninguém sabe o duro que dei, Madame Satã, Cidade de Deus, Santiago, Apenas o Fim, Jean Charles, entre outros. Para consultar a programação de filmes, clique aqui.

Cinema Brasileiro: anos 2000, 10 questões
Onde? CCBB – Rua Álvares Penteado, 112
Quando? 13 de abril a 01 de maio – quarta a domingo
Grátis