Arquivo da tag: Samba

Giro pela Virada Cultural 2013

Padrão

Quem ficou na fila para conseguir ingressos para as atrações do SESC não se arrependeu. No sábado, Drica Moraes e Mariana Lima encenaram “A Primeira Vista”, na unidade Pompeia, espetáculo que fica em cartaz até dia 26 e já estava completamente esgotado desde os primeiros dias de maio. Na Pompéia ainda era possível conferir uma exposição de gravuras, número de dança turca e a dupla de trompetistas Guizado e Rob Mazurek. E os fãs de black music se deliciaram com o show de George Clinton, criador do antológico grupo Funkadelic, estrela que fechou a programação no SESC Ipiranga, no domingo.

Na manhã do dia 19, todos os caminhos levaram à estação Julio Prestes, onde Criolo fez um dos shows mais concorridos da Virada. A galera GLS, no centro, curtiu as canções de fossa repaginadas pela atriz, cantora e performer Marisa Orth, no palco Cabaré, em frente a um dos prédios icônicos da metrópole – o Copan. Já a cantora Céu embalou os casais de moderninhos no Palco da 25 de Março, seguida pelo cantor pernambucano Otto.

Colaboração e fotos: Renata Rosa

Anúncios

No mês do carnaval, eventos colocam o público para sambar na FNAC

Padrão

carnavalNo mês do carnaval, a Fnac vai promover uma série de encontros para celebrar o samba e algumas de suas inúmeras variações. No Samba de Bamba, haverá bate-papo com Martinho da Vila e convidados, shows com a elogiada Juliana Amaral e os grupos Pagode da 27 e Os Opalas, oficinas de arte para crianças e até um CarnaKids, com trio elétrico infantil.

Todos os eventos serão realizados no Fórum e na Varanda da Fnac Pinheiros (Av Pedroso de Morais, 858, Pinheiros, São Paulo), com entrada franca.

Confira a programação:

02 de fevereiro, sábado, às 17h
Pagode da 27
O projeto Samba na Varanda traz o grupo Pagode da 27, que faz uma roda de samba de primeira e promete embalar o final da tarde de sábado pré-carnaval com canções de seu disco recém lançado Filhos da Favela e clássicos do samba de raiz.

03 de fevereiro, domingo, das 14h às 18h
CarnaKids
Trio Elétrico Infantil e oficinas
Os foliões mirins participam de uma oficina para personalizar lindas coroas de rei e de princesa e vão curtir uma tarde com direito a pipoca, algodão doce, confete e serpentina, tudo animado por um divertidíssimo trio elétrico infantil, ao som de marchinhas, sambas e cantigas de roda. As crianças que forem fantasiadas poderão participar de sorteios de brindes. Indicado para crianças a partir de 3 anos de idade.

16 de fevereiro, sábado, às 17h
Juliana Amaral – show
Para a “ressaca” de carnaval, o projeto Samba na Varanda traz Juliana Amaral para animar a tarde de sábado. Desde 2005, a cantora e compositora se apresenta às quintas feiras no Ó do Borogodó, tradicional casa de samba e choro de São Paulo. Na Fnac Pinheiros, Juliana traz para o público canções do seu projeto Samba Mínimo, além de consagradas canções.

23 de fevereiro, sábado, às 16h
Martinho da Vila – Bate papo com Elifas Andreatto e Filipe Cato, entre outras personalidades.
Dando início às comemorações dos 45 anos de carreira de Martinho da Vila, um muito descontraído bate-papo reúne personalidades em torno do grande sambista. Curiosidades de sua história, a evolução do samba nessas quatro décadas, entre outros assuntos, serão discutidos de improviso, também com a participação do público presente. Logo em seguida, Martinho da Vila fará uma sessão de autógrafos de seus CDs, DVDs e livros.

27 de fevereiro, quarta, às 19h30
Os Opalas – show
A banda Os Opalas apresenta seu novo álbum, Mistura Cultural. Como próprio nome sugere, as músicas trazem referências que vão muito além do samba-rock que é a veia principal do grupo. O ponto de partida das canções é um vasto repertório de vanguarda, que passa pelo samba, soul, rock, jazz, groove, reggae e afrobeat. A banda Os Opalas dá a dica: “É a nova música swingada brasileira no seu estado mais puro, prá dançar!”

Aniversário de São Paulo tem festa no Memorial da América Latina

Padrão

memorial-da-america-latina-2Haja fôlego! O aniversário de São Paulo terá dose dupla e gratuita de comemoração hoje, no Memorial da América Latina. Começando às 16h, um esquenta de Carnaval sob a batuta da Companhia Tribo de Dança, o Samba de Sampa reunirá 50 ritmistas, baianas, mulatas, destaques, mestre-sala e porta-bandeiras de tradicionais escolas da Capital.

O cortejo sai em frente ao Auditório Simón Bolivar, sobe a passarela e quando chegar na escultura Mão, de Niemeyer, as baianas, ao som da bateria, e à moda do que fazem nas escadarias das igrejas de Salvador, vão fazer – com água de reuso –  a lavagem da escultura, iniciativa inédita na história do Memorial. Terminada a lavagem, o grande bloco retorna à origem e inicia o samba de roda aberto a todos os participantes.

Já a partir das 19h, no Auditório Simón Bolívar, os Trovadores Urbanos, quarteto vocal que nasceu em 1990 e já faz história na música popular brasileira, vai cantar uma Serenata para São Paulo. No palco, ornamentado de pétalas vermelhas, Eduardo Santhana, Juca Novaes, Maida Novaes e Valéria Caram vão desfilar obras-primas de compositores e intérpretes que cantam a nossa cidade. Algumas: “Sinfonia Paulistana”, de Billy Blanco “Como vai você”, de Antônio Marcos/ Mário Marcos; “Outra vez” de Isolda, “Sonhos” de Peninha, e clássicos da raiz sertaneja como “Tristeza do Jeca”, de Angelino de Oliveira; entre outras.

Dia da Consciência Negra no MIS

Padrão

No dia da Consciência Negra o MIS realiza um tributo ao samba e choro com uma programação gratuita ao ar livre.

Às 15h, o grupo Cadeira de Balanço faz uma apresentação de choro em homenagem ao gênio da música brasileira Pixinguinha. Já às 17h, o grupo acompanha a cantora Dona Inah, principal atração do dia, que é vencedora do Prêmio TIM 2005 e indicada a melhor cantora de samba em 2009, em um show em homenagem a compositores e interpretes como Dona Ivone Lara, Cartola, Ataulfo Alves, Wilson das Neves e Batatinha.

Como parte da programação, haverá ainda uma mostra de documentários sobre grandes sambistas. As sessões, também gratuitas, acontecem no Auditório LABMIS (66 lugares).

Programação
Área externa
15h – Grupo Cadeira de Balanço
17h – Dona Inah e Grupo Cadeira de Balanço

Auditório LABMIS
Mostra de documentários em homenagem a grandes sambistas
16h – O Mistério do Samba (Lula Buarque de Hollanda e Carolina Jabor, 2008, 95’, Brasil)
18h – Cartola – Música para os Olhos (Lírio Ferreira e Hilton Lacerda, 2006, 88’, Brasil)
20h – Paulinho da Viola – Meu tempo é hoje Izabel Jaguaribe, 2003, 86’, Brasil

Especial Dia da Consciência Negra – Uma homenagem ao samba
Quando? 20 de novembro
Onde? Museu da Imagem e do Som, Avenida Europa, 158 – Área externa e Auditório LABMIS
Grátis

Espetáculo com marionetes tem temporada gratuita no SESC

Padrão

Durante o mês de setembro, fica em cartaz no SESC Vila Mariana o espetáculo Só Sonho Samba, da Cia Bonecos Urbanos. As apresentações são gratuitas e acontecem nos dias 1º, 8, 15, 22 e 29 (sábados), às 17h e no feriado do dia 7 (sexta-feira), às 16h30.

A peça conta a história do boneco Ramon, compositor que sonha em viver de sua música. Ele decide participar de um concurso de composições e conta com a ajuda de vários personagens (marionetes de fio), que vão mostrando a tradição do samba em São Paulo, inspirados por nomes importantes como os dos bambas Osvaldinho da Cuíca, Geraldo Filme e Germano Mathias.

O musical apresenta ainda canções originais criadas para o espetáculo, executadas ao vivo, pelos músicos e interpretados pelos bonecos e manipuladores. Além de apresentarem ritmos conhecidos como Samba-Enredo, Samba de Breque, Samba-Canção, Umbigada, entre outros estilos musicais. O cenário foi elaborado com material reciclado e recria o cotidiano de uma comunidade, com construções simples, características dos antigos redutos do samba paulista.

Só Sonho Samba
Onde? SESC Vila Mariana – Rua Pelotas, 141
Quando? Dias 1º, 8, 15, 22 e 29 de setembro às 17h e dia 7, às 16h30
Grátis