Arquivo da categoria: Teatro

Stella Miranda volta à São Paulo com espetáculo “MIRANDA POR MIRANDA”

Padrão

A atriz, pesquisadora, escritora e diretora Stella Miranda traz de volta a São Paulo a partir do dia 26 de fevereiro  o espetáculo “Miranda por Miranda” que estreou no Rio de Janeiro em 2009, ano do centenário de Carmen Miranda, mostrando a artista através da perspectiva de Stella Miranda, responsável pelo texto e a direção, e de Miguel Falabella.

O musical conta como a cantora entrou na vida de Stella e as similaridades entre elas, unidas pelo sobrenome e pela arte. A história da maior estrela brasileira no exterior é narrada e mixada à da atriz através de textos e canções, selecionadas por Stella e pelo maestro Tim Rescala, num repertório formado não só por músicas conhecidas. O cenário virtual leva a assinatura do cineasta Samir Abujamra, o cenário físico é de Hélio Eichbauer e os figurinos são de Rita Murtinho.

São 28 músicas e um medley de oito canções carnavalescas, divididos em módulos. O primeiro traz a história do “encontro” das Mirandas. O segundo e terceiro reúnem músicas de Carmen dos anos 30 e 40, enquanto no quarto bloco, volta à atriz Stella. “É essa mistura das Mirandas. Eu digo que somos paradoxos ambulantes”, declara a intérprete.

Stella Miranda destaca as qualidades de intérprete de Carmem, muitas vezes sobrepujadas por sua impetuosa presença nos palcos e telas, acompanhada pelo trio de músicos Laura Visconti no piano, Gustavo Sato no baixo e Paulo Vicente na bateria, além dos cantores Renato Bellini, Will Anderson, Guilherme Moscardini e Cayo Caesar.

O retorno do espetáculo – que fica em cartaz até abril/2015 – à São Paulo também é motivo de festa por trazer consigo o Teatro Espaço Promon – Sala São Luiz ao cardápio de bons teatros da capital. Com capacidade para 300 pessoas, conforto, segurança e localização muito especial, o teatro tem longa história junto à cultura paulistana e sua reabertura reforça o time de bons palcos para as artes.

Serviço

“Miranda por Miranda”

Onde? Teatro Espaço Promon – Sala São Luiz
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1830 – Itaim Bibi, SP
Quando? Reinauguração e Estreia: 26/02/2015
Temporada: 27/02/15 até 19/04/15
Horário: Sextas, às 21h30; Sábados, às 21h; Domingos, às 18h
Quanto? R$ 80 (Inteira) e R$ 40 (Meia-Entrada)
Vendas: – Bilheteria do teatro: Quartas e quintas das 14h às 21h; Sextas, das 14h às 21h30; sábados, das 14h às 21h; Domingos, das 14h às 19h. Feriados a partir das 15h
– Internet: http://www.ingressorapido.com.br/
– Call-center: 4003 1212
Informações? Tel.: 11 5213-411

Anúncios

Mulheres Insanas

Padrão

mulheres-insanas-divulgacao

O espetáculo “Mulheres Insanas” que esta em cartaz no Teatro Folha, retrata com bom humor, um pouco da filosofia e dos desejos de mulheres clássicas e contemporâneas, no elenco as atrizes Agnes Zuliani, Mila Ribeiro e Grace Gianoukas que também assina a direção. O espetáculo faz parte do projeto Terça Insana.

 

 

 

“MULHERES INSANAS”

Onde? Teatro Folha – Shopping Pátio Higienópolis – Av. Higienópolis, 618
Quando? até 25 de setembro / quartas e quintas-feiras, às 21 horas
Quanto? R$50,00 (setor 2) e R$60,00 (setor 1) Meia entrada disponível
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Nos dias 13, 20 e 27 de agosto, quartas-feiras, as mulheres pagam meia entrada.

Cabaré K, no Ágora Teatro

Padrão

leo_140420_cabaretvalentin_5562-Edit

 

Fica em cartaz até o dia 17 de agosto no Ágora Teatro a primeira montagem a Cia Staze “Cabaré K”  inspirado na obra “Cabaret Valentin”, do alemão Karl Valentin. Atores buscam sucesso a qualquer custo em um cabaré decadente, onde os clientes são recebidos com música, bebida e luxúria.

A CIA STAZE grupo, formado por ex-alunos do Teatro Escola Célia Helena, descobriu sua afinidade artística durante o curso. Em julho de 2013 criam a Cia Staze, com o objetivo de discutir em cena as relações contemporâneas no cotidiano.
Fernando Nitsch, que foi professor no último semestre do curso, foi convidado para conduzir o trabalho.

 

 

 

Onde? Ágora Teatro
Quando? Até dia 17 de agosto Sábados, às 17h e domingos às 18h
Quanto? R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia)
Duração? 60 minutos
Classificação? Não recomendado para menores de 14 anos
Informações? : (11) 3284 0290
Estacionamento: R$ 8, no nº 835 – convênio

Myrna Sou Eu, de Nelson Rodrigues

Padrão

Myrna Sou euSucesso de público, o espetáculo “Myrna sou Eu” volta em cartaz para uma temporada de 2 meses no Teatro Eva Herz, com sessões aos sábados, às 18h, a partir do dia 19 de julho. O texto é de Nelson Rodrigues, com adaptação, roteiro e direção de Elias Andreato e interpretação de Nilton Bicudo.
Nelson Rodrigues dizia que se as pessoas falassem o que fazem entre quatro paredes, ninguém mais se cumprimentava. Nelson escreveu por anos no Correio da Manhã, as crônicas em que assinava Myrna, e tentava falar direto aos corações femininos e suas dilacerantes dúvidas.

Os homens, na verdade, são os personagens principais dessas crônicas, pois é sobre seu comportamento que Myrna raciocina junto ao público.

Para dar voz a essa mulher que tenta entender os homens, o ator Nilton Bicudo lança mão de sua alma feminina e sobe ao palco.

Um monólogo, ora engraçado, ora comovente, onde Myrna responde as perguntas que suas ouvintes lhe mandam no programa de Rádio, chamado Consultório Sentimental. Dar voz a Nelson, em sua lucidez e coragem.

Myrna Sou Eu
Quando? de 19 de julho até de 29 setembro de 2014, aos sábados, às 18h
Onde? Teatro Eva Herz – São Paulo Unidade: Conjunto Nacional
Av. Paulista, 2073 – Bela Vista – São Paulo/SP
Quanto? R$ 40,00 (inteira)
Recomendado? 12 anos
Duração? 70 min.
Informações? (11) 3170-4059

 

Espetáculo C+A+T+R+A+C+A estreia no Sesc Pompeia

Padrão

59b8f318-08f1-4633-9730-5f78992df549

Cinco dramaturgos, Fernando Bonassi, Jô Bilac, Marcelo Romagnoli, Noemi Marinho e Priscila Gontij, de diferentes gerações se reuniram para construir um espetáculo com cenas que falam sobre C+a+t+r+a+c+a+s, ou da impossibilidade de ver a vida fluir.

Os textos retratam um casal em fim de relação em um jantar (“A Última Ceia” de Noemi Marinho); uma entrevista de trabalho (“Esse Reino Minúsculo” de Priscila Gontijo); um fragmento de relação entre Deus e Eva que, neste texto, são chamados de Cacetinho e G. (“A Arte de Amar” de Marcelo Romagnoli); um repórter que tenta entrevistar uma modelo durante um desfile de escola de samba e acaba sendo pessoalmente questionado por ela (“Ao Vivo” de Jô Bilac) e, por fim, vários pequenos monólogos que apresentam situações nas quais as regras geram vivências absurdas e contraditórias (textos do livro ainda inédito “Sociedade Anônima” de Fernando Bonassi).

Para a diretora Márcia Abujamra, são infinitas as situações que diariamente nos põe à prova. Catracas inventadas pelos governos, empresas, e até por nós mesmos, para controlar e romper o equilíbrio do homem contemporâneo das metrópoles; quase sempre impedindo que o dia siga um curso natural e que a vida possa fluir.

O espetáculo reflete, justamente, sobre as crescentes dinâmicas de regras que determinam a vida pessoal, social e política e que geram, cada vez mais, situações absurdas. No entanto, ao invés de propor respostas, busca evidenciar e jogar com alguns desses bloqueios em uma encenação que combina pontos de vista dos cinco autores.

A montagem ocorre no Espaço Cênico do Sesc Pompeia, em um cenário-instalação de Simone Mina e Carolina Bertier com várias catracas que obrigam os atores Luah Guimarãez, Luís Mármora, Luna Martinelli, Renato Wiemer e Tatiana Thomé a se relacionarem com a dificuldade física e concreta de um objeto que tem que ser ultrapassado e, ao mesmo tempo, espelha o mundo das relações pessoais e políticas.

 
C+a+t+r+a+c+a de Márcia Abujamra
Onde ? Sesc Pompéia – Espaço Cênico – Rua Clélia, 93
Quando? De 31 de maio a 27 de julho. Sexta e sábado, às 21h e domingos e feriado, às 18h. Não haverá espetáculos nos dias 12 e 13 de julho (Finais da Copa) e em dias de jogo do Brasil.
Quanto? R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 10,00 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 20,00 (inteira).
Classificação indicativa? Não recomendado para menores de 16 anos.
Capacidade? 50 pessoas.
Duração? 80 min.
Informações? (11) 3871-7700.

Engolindo Sapo pra um dia comer Perereca

Padrão

phoca_thumb_l_fritz-300x300Depois de 5 anos de sucesso no Teatro Ruth Escobar, a peça “Engolindo Sapo pra um dia comer Perereca” muda para o Teatro Maria Della Costa a partir de 03 de maio.

O espetáculo é um solo de humor do ator e diretor Renato Scarpin que intercala momentos de ‘cara limpa’ com personagens inusitadas. Renato Scarpin retrata, de forma hilária, situações cotidianas do mundo moderno. Escancara a tragicomédia de pagar impostos no Brasil e usar serviços eletrônicos, além das diversidades e idiossincrasias das relações entre casais, amigos, família, chefes ou funcionários, enfim, a intrigante relação humana.

O ator busca nas críticas sociais misturadas à comédia, o diferencial do espetáculo, transformando-o em algo novo e não em apenas mais um “Stand Up” . Para todas as idades, “Engolindo Sapo pra um dia comer Perereca” traz um texto inovador, inteligente e muito engraçado.

 
ENGOLINDO SAPO PRA UM DIA COMER PERERECA
Onde? Teatro Maria Della Costa – Rua Paim, 72 – Bela Vista
Quando? De 3 de maio a 31 de agosto. Sábados, às 21h30, e domingos, às 19h30
Quanto? $ 60,00 Sábados. R$ 50,00 Domingos..
Gênero? Humor
Duração? 70 minutos
Recomendação? a partir de 10 anos
Capacidade? 370 lugares)
Informações? (11) 3256-9115 / 99849-4234
E-mail: engolindosapo@hotmail.com

 

Rita Lee Mora ao Lado – O Musical

Padrão

timthumbEm cartaz até 29 de junho no Teatro das Artes em São Paulo, o musical Rita Lee Mora ao Lado é uma comédia adaptada do livro “Rita Lee Mora ao Lado – Uma Biografia da Rainha do Rock”, do escritor Henrique Bartsch.

A atriz Mel Lisboa é quem vive a roqueira no musical, que tem direção Débora Dubois e Márcio Macena.

O espetáculo segue o mesmo roteiro do livro e mistura realidade e ficção para contar a trajetória da cantora desde a época dos Mutantes, nos anos 60, até os dias de hoje, por meio das divertidas confusões de Bárbara Farniente, uma vizinha que sempre acompanhou de perto a vida da família da cantora.

A montagem apresenta detalhes pouco conhecidos da vida da artista sobre um pano de fundo que inclui personagens da música dos últimos 50 anos, como Tim Maia, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Elis Regina, Gal Costa e muitos outros.

Repleto de canções que marcam os trabalhos de Rita em formações como Teenager Singers, Tutti Frutti e Mutantes, além de sua carreira solo e as parcerias com Roberto de Carvalho. Serão executados ao vivo sucessos como “Agora só falta Você”, “Saúde”, “Banho de Espuma”, “Caso Sério”, “Menino Bonito”, “Panis et Circenses”, “Ando Meio Desligado”, entre outros.

Espetáculo “Rita Lee Mora ao Lado”
Baseado na obra de Henrique Bartsch
Quando? Até dia 29 de junho Sextas: 21h30 Sábados: 21h e Domingos: 19h
Onde? Teatro das Artes Shopping Edlorado – Av. Rebouças, 3.970, 3º piso
Quanto? De R$ 60,00 até R$ 100,00
Classificação? 14 anos
Duração? 140 minutos
Informações: (11) 3034-0075