Maior árvore de natal holográfica do mundo será inaugurada em São Paulo neste sábado

Padrão

Neste sábado, 10/11, o MorumbiShopping abre sua decoração natalina a partir das 12h. O grande destaque será a inauguração da maior árvore de natal holográfica do mundo, que substituirá o grande e tradicional pinheiro no vão dos elevadores, e contará com apresentação da Street Jazz Band e chegada do papai noel.

O  tema “Planeta Natal” transformará o Atrium e o piso Lazer do centro de compras em cenários espaciais, com naves, planetas e até renas vestidas como astronautas. A inspiração veio da missão espacial tripulada de 1965 com os astronautas Wally Schirra e Thomas Stafford, que escolheram a música Jingle Bells como a primeira canção a ser transmitida do espaço.

Todo esse cenário será coroado com uma exuberante coleção de planetas iluminados e pendurados no vão principal do shopping. Eles ajudam a somar os grandiosos números da decoração: 300 metros lineares de luzes natalinas, 132 holoairs que montam quase 60m² de holografia e muitas horas de trabalho em esculturas de fibra e em pinturas especiais.

No dia seguinte, domingo, haverá apresentação do coral de crianças do Instituto Accordes, ao meio dia e às 15h.

Serviço:

“Planeta Natal” no MorumbiShopping

Data: de 10/11 a 24/12

Horários: segunda a sábado das 10h às 22h; domingo e feriado, das 14h às 20h

Local: Avenida Roque Petroni Júnior, 1089 – Jardim das Acácias – CEP: 04707-900 – São Paulo – SP

Valor: entrada gratuita sujeita à lotação

Telefone: (11) 5189-4800

Acesso a pessoas com deficiência.

www.morumbishopping.com.br

Anúncios

Hoje na Anna Setton lança novo single e vídeo -um novo talento que surge

Padrão
ViewImage (1)
Nesta sexta-feira, 9 de novembro, será revelado o segundo single do esperado álbum de estreia da cantora Anna Setton. A música Toada (Edu Sangirardi / Anna Setton) tem melodia doce, delicada e um tanto etérea, carregada de sentimentos e bela dose de melancolia (como se espera de uma boa toada!): “tudo simples, tão forte e tão breve, como o existir…”.
Também na sexta-feira, no canal Anna Setton no YouTube (https://www.youtube.com/user/nasetton), será lançado um vídeo de Toada, filmado em estúdio, bem em clima de ensaio com os músicos Edu Sangirardi (piano), Bruno Migotto (baixos elétrico e acústico), Vinicius Gomes (guitarra e o violão) e Jonatas Sansão (bateria).
Um dos lançamentos mais aguardados dos últimos tempos, o primeiro álbum da cantora Anna Setton, produzido por Swami Jr, estará disponível nas lojas e em todas as plataformas no dia 23 de novembro, com show de lançamento marcado para o dia 28 de novembro, no Baretto, em São Paulo.
A primeira música foi revelada em outubro: Baião da Dora, um belo convite à vida feito para sua primeira filha (https://youtu.be/W_dC4smwq7c). Música boa, precisa e limpa que revela intensa vivência jazzística.
O novo single estará disponível no Spotify, Deezer, Apple Music, iTunes, Google Play, Napster e Tidal, além de outras 100 lojas digitais por todo o mundo.

Orquestra Modesta apresenta Canções Para Pequenos Ouvidos, domingo, 4 de novembro

Padrão

Casa Natura Musical Espetáculo navega por diversos ritmos e traz reflexões e memórias afetivas comuns da infância

ViewImage

No domingo, 4 de novembro, às 16h30, na Casa Natura Musical, a Orquestra Modesta apresenta o show Canções Para Pequenos Ouvidos, seu primeiro espetáculo apenas com músicas autorais. A orquestra será composta pelos palhaços Sandova (Sandro Fontes, voz e violão), Tica da Silva (Príscila Galvão, voz e percussão), Nina Rosa (Monique Franco, voz, washboard e percussão), Dus Cuais (Henrique Rímoli, voz, banjo, sanfona e trompete) e Brocolino (Alexandre Maldonado, voz, bateria e violão), sob a direção de Fernando Escrich e Anderson Spada e figurino e adereços de Marichilene Artisevskis.
Um maestro espera pelos músicos, mas eles acabam perdendo o avião e não chegam. Um grupo de palhaços aparece e decide se apresentar no lugar dos músicos. A premissa fundamental é a simplicidade da música feita e tocada por palhaços, com arranjos acessíveis para a criançada, letras poéticas e refrãos que ficam impregnados por dias na cabeça dos espectadores, marca registrada das trilhas teatrais assinadas por Escrich. Os temas das canções buscam a construção de uma dramaturgia que pretende conduzir o público de pais e filhos numa viagem musical. Cada canção conta uma história, algumas trazem reflexões filosóficas, outras memórias afetivas comuns da infância, passando por diversos ritmos e, claro, muitas brincadeiras e interação com a plateia.
Fernando Escrich esteve durante 21 anos à frente da coordenação artística dos Doutores da Alegria, onde também atuava no elenco de palhaços. Desde a sua saída da organização, em 2014, onde dirigiu vários espetáculos, entre eles Senhor Dodói (Prêmio APCA 2008 de Melhor Diretor Musical), Escrich tem trabalhado intensamente como diretor convidado por diversos grupos dedicados ao teatro infanto-juvenil. Ele também é o diretor musical e compositor das trilhas originais da premiada Cia Vagalum Tum Tum. Dirigiu os espetáculos Meu Amigo Inventor (2016), Já Pra Cama! (2015) e A Condessa e o Bandoleiro (2014) e os cortejos musicais Sampalhaças Rio do Samba Ao Funk, do grupo carioca Bando de Palhaços. Além da direção geral, Fernando Escrich também fez direção musical e compôs trilhas originais para os espetáculos Antes do Dia Clarear (2015), A Saga de Dom Caixote (2014) e As Travessuras de Mané Gostoso (2014). Com o espetáculo Canções Para Pequenos Ouvidos, Escrich recebeu o Prêmio APCA 2017 pela concepção, cenografia, direção musical, arranjos, atuação e codireção artística e foi indicado ao Prêmio São Paulo de Teatro Infantil e Jovem 2017 na categoria Melhor Trilha Sonora Original.
Canções Para Pequenos Ouvidos, com a Orquestra Modesta
Show infantil e para toda a família
Quando: domingo, 4 de novembro, às 16h30
Abertura da Casa: 15h
Ingressos:
Meia-entrada para todos os setores
Plateia: R$ 60 (setor 1) e R$ 50 (setor 2)
Bistrô superior: R$ 100
Camarote: R$ 100
Lotação para este show: 480 lugares
Classificação etária: livre (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)
Duração: 65 minutos
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show. Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Vendas de ingressos: Eventim
SAC Eventim: 4003-6860, das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira
Vendas para pessoas com deficiência: 4003-6860

Se preparem: Festival Yesu Luso 2018 leva peças de seis países lusófonos a três unidades do SESC em novembro

Padrão

Com curadoria da atriz brasileira Arieta Corrêa e do produtor português Pedro Santos, terceira edição da mostra tem como tema “Dramaturgia em Português” e recebe espetáculos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Macau, Moçambique e Portugal

download

Espetáculo “Os Cadernos de Kindzu”, do Amok Teatro (Brasil) é inspirado no livro “Terra Sonâmbula”, do escritor moçambicano Mia Couto. Crédito: Daniel Barboza

Festival Yesu Luso chega à terceira edição entre 8 e 18 de novembro, com espetáculos encenados nas unidades do Sesc Vila Mariana, Santo Amaro e Campo Limpo. A programação, com curadoria da atriz Arieta Corrêa e do produtor Pedro Santos, reúne seis peças de Angola, Brasil, Cabo Verde, Macau, Moçambique e Portugal, sendo duas delas inéditas e montadas especialmente para a mostra.

O nome do evento é derivado de um dialeto moçambicano, no qual o termo “yesu” significa “nosso”; já palavra “luso” é usada em referência ao próprio idioma. A mostra surgiu a partir de um bem-sucedido projeto-piloto chamado Festival de Teatro Lusófono, organizado por Arieta e Pedro no Sesc Bom Retiro, em 2015.

ESPETÁCULOS EM DESTAQUE

O outro espetáculo criado para a mostra é “A Última Viagem do Príncipe Perfeito”, do Grupo angolano Elinga Teatro, com direção de José Mena Abrantes. A trama narra histórias de pessoas que viajam entre Lisboa e Luanda em 1975, a bordo do navio Príncipe Perfeito (apelido do rei D. João II de Portugal). Algumas dessas figuras são um estudante que decide regressar convencido de que terá papel decisivo na revolução em curso em seu pais, uma mulher que perde todas as ilusões e luta para reencontrar um lar, um clandestino de todas as viagens que fez na vida e um casal que descobre que os sentimentos nunca morrem.

O representante brasileiro no festival é “Os Cadernos de Kindzu”, do Amok Teatro, inspirado no livro “Terra Sonâmbula”, do escritor moçambicano Mia Couto. A montagem narra a trajetória do jovem Kindzu, que deixa sua vila para fugir das atrocidades de uma guerra devastadora. Durante a jornada, ele encontra outros fugitivos, refugiados e personagens cheios de humanidade.

Encenada apenas três vezes antes de chegar ao Brasil, a versão do português João Garcia Miguel para “A Casa de Bernarda Alba”, do espanhol Federico García Lorca (1898-1936), cria uma reflexão sobre o aumento do isolamento criado pelas instituições no mundo contemporâneo. A obra, que se passa em uma vila na Espanha, fala sobre a vigilância absoluta que a matriarca Bernarda Alba mantém sob suas cinco filhas, Angústias, Madalena, Martírio, Amélia e Adela, que vivem trancafiadas em casa.

A moçambicana “Nos tempos de Gungunhana”, com direção de Klemente Tsamba, narra a saga de um guerreiro chamadoUmbangananamani, da tribo tsonga, que fora casado com uma linda mulher chamada Malice, da tribo Macua. Embora tenham tentado muito ter filhos, não conseguiram realizar esse sonho. Essa história da tradição oral africana é contada junto com aspectos curiosos sobre a vida na corte do rei Gungunhana.

Já o cabo-verdiano Grupo Craq’ Otchod apresenta o monólogo “Esquizofrenia”, com direção de Edilson Fortes (Di) e atuação de Renato Lopes. A peça cria uma reflexão sobre os estigmas provocados por esse transtorno mental e a necessidade de inclusão social das pessoas com essa doença.

Veja a Programação Completa no site do SESC

SERVIÇO

YESU LUSO 2018 – DRAMATURGIA EM PORTUGUÊS

De 8 a 18 de novembro

Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141, Vila Mariana.

Informações: (11) 5080-3000

Sesc Santo Amaro – Rua Amador Bueno, 505, Santo Amaro.

Informações: (11) 5541-4000

Sesc Campo Limpo – Rua Nossa Sra. do Bom Conselho, 120, Campo Limpo.

Informações: (11) 5510-2700

Ingressos: R$20 (inteira), R$10 (meia-entrada) e R$6,50 (credencial plena)

Para os que curtem Halloween, o Bourbon Street terá uma noite de fantasmas e bruxas

Padrão

Decoração especial, mágico, monstros, taróloga, maquiadores e Junkie Box

Dia 27 de outubro, no Bourbon Street

ei (2)

A banda tem um repertório variado com as melhores músicas dos grandes nomes do rock, pop, disco 70’s, black music, dance, nacionais e internacionais. Dos clássicos ao top do dia nas FMs, como Cold Play, Maroon 5, AC/DC, James Brown, Calvin Harris, Black Eyed Peas, Santana, U2, The Killers, Talking Heads, Red Hot Chilli Peppers, Metallica, Abba, Bee Gees, Kool & The Gang, Billy Paul, Tim Maia, Lulu Santos, Frenéticas, Skank, Jota Quest, O Rappa.

Bora! Coloque seu traje assustador e se joga na pista

Serviço

Loca: Bourbon Street Music Club – Rua Dos Chanés, 127 – Moema – SP

Bilheteria Bourbon Street: Rua dos Chanés 194 – de 2ªf.a 6ª.f das 10h às 20h, sábado e feriado das 14h às 20h

Fone para reserva: (11) 5095-6100 (Seg. a sexta) das 10h às 18h

Data : 27/10/2018 – sábado

Horário: 00h

Abertura da casa: 21h

Semana de Moda em SP – Até Amanhã Acontece o SPFW – São Paulo Fashion Week

Padrão

O São Paulo Fashion Week ocupa  dois importantes territórios criativos na cidade de São Paulo: o Farol Santander, no centro, e o espaço ARCA, na zona oeste. Apresentado pelo Banco Santander e Jeep.

TRAN[SP]POSIÇÃO  é o tema do SPFWN46, provocando todos a ir além de suas próprias convicções e certezas, e inaugura um novo ciclo na história de 23 anos do calendário que consolidou e projetou a moda brasileira para o mundo. “O Farol Santander foi  o ponto de partida dessa edição que chega até o outro lado da cidade num antigo galpão industrial na Vila Leopoldina, com  nove mil metros quadrados e um pé direito de 17 metros de altura. É a vontade de expandir fronteiras e ir além, ressignificar espaços a partir da criatividade alinhada à vocação de São Paulo para as novas economias, integrando e conectando a cidade com os grandes centros de inovação do mundo,” destaca Paulo Borges, idealizador e diretor criativo do SPFW.

A cineasta e cenógrafa Daniela Thomas é a inspiradora do SPFWN46. A edição tira partido desse legado industrial de São Paulo ao colocar em evidência símbolos ícones do espírito empreendedor do maior centro econômico do país. São espaços que evocam essa potência.

Entre os conteúdos, a exposição José e João surpreende com 120 imagens de moda criadas a partir do encontro dos DJs Zé Pedro e Johnny Luxo, com o diretor criativo Eduardo Dugois. O que começou como uma brincadeira, para a criação dos flyers da festa “Avec Elegance” virou um desafio ao lado de outros profissionais que também compraram a ideia de “brincar” com essa dupla tão similar e diferente na mesma medida. O resultado é uma soma de vontades por um mundo menos chato e o desejo de recuperar o lado leve e divertido da vida. A exposição “José e João” poderá ser vista simultaneamente no SPFWN46 e no CEU Jaguaré.

Projeto Estufa 2018

Em sintonia com o novo ciclo de transformação, o evento recebe a segunda edição do Projeto Estufa, que nasceu e foi nutrido pela vocação e crença do São Paulo Fashion Week em conectar iniciativas e movimentos dedicados a pensar e criar agora o futuro que queremos. A plataforma promove diálogos e reflexões em torno da criatividade, inovação e empreendedorismo a partir de conteúdos artísticos, estéticos e de conhecimento com uma agenda que inclui desfiles, exposição, masterclasses, talks, labs e feira de startups.

O Projeto Estufa  apresenta desfiles  de sete novas marcas, escolhidas  por um time de curadores, entre eles  Olivia Merquior, diretora do Centro Brasileiro de Estudos em Design de Vestuário e Augusto Mariotti, diretor de conteúdo do SPFW. As marcas Aluf, ÃO, Helena Pontes, Korshi, Lucas Leão, MIPINTA e VHM apresentam suas coleções entre os dias 23 e 25 de outubro.

Uma exposição de starts ups com curadoria do Sebrae reunirá empreendedores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pernambuco, que terão mentorias, participarão de pitchs em horários pré agendados, speed meetings e rodadas de negócios em horários pré agendados.

A experiência Projeto Estufa dá acesso às masterclasses que acontecem no  Farol Santander e aos desfiles, talks, exposições e labs que acontecem no ARCA. O valor é de R$ 300,00 (R$ 150,00 meia entrada) para um dia e R$ 800,00 (R$ 400,00 meia entrada) para a programação completa dos três dias. Vale destacar que os espaços dos labs são sujeitos à lotação. É possível participar adquirindo ingresso pelo site tudus.com.br. Para ver a programação completa basta clicar aqui.
CEU Jaguaré – Exposição “José e João”

Autoria: Zé Pedro e Johnny Luxo

Período: de 22 a 25 de outubro

Endereço: Av. Kenkiti Simomoto, 80 – Jaguaré, São Paulo

CEU Butantã – Workshop/Palestra

Tema: “O valor do artesanal”

Palestrantes: Patrícia Vieira e Natália Rios

Dia: 25 de outubro (quinta-feira)

Horário: 10h às 13h

Local: Teatro do CEU Butantã  (Av. Eng. Heitor Antônio Eiras García, 1870 – Jardim Esmeralda)

Calendário de desfiles SPFW N46

Tema: “O valor do artesanal”

Palestrantes: Patrícia Vieira e Natália Rios

Dia: 25 de outubro (quinta-feira)

Horário: 10h às 13h

Local: Teatro do CEU Butantã  (Av. Eng. Heitor Antônio Eiras García, 1870 – Jardim Esmeralda)