Arquivo da tag: Acontece

Débora Muszkat na Matilha Cultural

Padrão

Em comemoração aos 458 anos da cidade de São Paulo a Matilha Cultural recebe obra da artista Débora Muszkat em exibição na galeria até o dia 28 de fevereiro.

A obra escolhida pela artista tem o formato de uma aranha, com 80 cm de diâmetro e seis patas que variam de 1 metro a 1,5 m de comprimento, a estrutura foi feita em alumínio revestida com frascos de perfumes reciclados que articulam-se, possibilitando diversas formas de montagem.

Débora utiliza vidro como suporte na sua produção artística. A artista transita por várias linguagens como escultura, desenho, pintura e fotografia. É também arte-educadora e realiza inúmeros trabalhos em projetos sociais e workshops. Desde 1984 trabalha com reciclagem de vidro. Seu atelier é um verdadeiro laboratório de pesquisa na transformação deste material, e abrigará a partir de abril próximo uma instalação de grandes dimensões, uma enorme estrutura de ferro e vidro em formato de uma ponte. A obra, chamada “Homenagem as Ninféias de Monet”, é um projeto que vem sendo desenvolvido há mais de seis meses pela artista em parceria com o arquiteto José Crucello, e está sendo montada em sua casa e atelier de 450 m2 em São Paulo.

Anúncios

Exposição 48 horas ganha nova edição na comemoração de seus 10 anos

Padrão

Após um hiato de 10 anos, a mostra coletiva volta a ser realizada, dessa vez na Smith Galeria, entre as 18h de sexta-feira 10 de fevereiro e às 18h do domingo 12/02. A ocupação – curta e intensa – reúne trabalhos em diferentes formatos de 10 artistas integrantes da edição original do projeto: Anabela Santos, Eduardo Verderame, João Carlos de Souza, Julieta Machado, Flavia Vivacqua, Fúlvia Molina, Letícia Rita, Mauro de Souza, Moisés Zandonade (em memória) e Thereza Salazar.

Concepção – A exposição 48 horas nasceu da decisão de um grupo de artistas de apresentar os seus trabalhos em uma ocupação curta e intensa de um espaço comum não curatorial onde cada um teria a liberdade de dialogar com a própria área e com os demais trabalhos. Isto ocorreu por iniciativa da artista Flavia Vivacqua que disponibilizou para o grupo uma casa de propriedade de sua família no bairro do Cambuci em São Paulo, em 2002.

O conceito de uma exposição pontual, intensa e contínua de 48 horas imediatamente contagiou os artistas que se deram as mãos para a sua realização como numa vigília em prol de uma expressão artística coletiva. “O que ficou na memória foi a sensação de estar num lugar nosso, território livre, e o prazer em estar ali conversando, trocando ideias, mostrando o trabalho, recebendo pessoas. É essa sensação prazerosa que retomamos agora, 10 anos depois, de maneira revigorada nesse novo espaço, da Smith Galeria”, afirma Thereza Salazar, única entre os artistas participantes a integrar também o elenco da Galeria.

Na Smith Galeria, estarão reunidas cerca de duas obras de cada artista, entre objetos, desenhos, instalações, projeções, pinturas e fotografias. Haverá ainda a performance do grupo de teatro formado por Luanna Chiarelli e Carla Mercado, além de uma homenagem ao artista plástico Moisés Zandonade, falecido no mesmo ano da realização da primeira edição do projeto, com a exibição de um de seus trabalhos.

“Indo em um sentido diferente da primeira edição, onde a experimentação do trabalho artístico e do espaço expositivo eram o pensamento principal, a 2ª edição trata-se de uma celebração pelo aniversario que data uma década, com a vontade de compartilhar com o público essas trajetórias, ao reunir os artistas para trocarem suas experiências e experimentações artísticas e exporem suas obras atuais”, revela Flavia Vivacqua. “O projeto 48 horas é uma experiência de vivência. Nesses dois dias ininterruptos de exposição haverá muita troca, tanto entre os artistas como com o público”, conclui a artista.

Exposição 48 horas
Onde? Smith Galeria (Rua João Moura, 417 – Pinheiros/SP).
Quando? De sexta-feira 10 de fevereiro às 18h a domingo 12 de fevereiro às 18h
Grátis

Estreia – Como se tornar uma super mãe em 10 lições

Padrão

A equipe do Conexão Cult acompanhou o lançamento da peça “Como se tornar uma super mãe em 10 lições”, que, baseado no Best seller “Manual da Mãe Judia”, de Dan Greenburg, entra em cartaz na próxima sexta-feira, 13 de janeiro, no Teatro Gazeta.

A comédia trata a arte de ser mãe através da narração do personagem Daniel (Danton Mello), um típico filho judeu que relata suas lembranças a partir do dia em que tem o dever de ministrar uma palestra em que receberá um importante prêmio.  Na primeira fila do auditório, está sua “super-mãe” (a atriz Ana Lucia Torre), que o interrompe a todo instante, até que esse decide contar sua história e a educação que recebeu de uma mãe superprotetora.

No decorrer da peça, aparecem ainda um pai apático, uma irmã ressentida por toda a atenção da mãe ser voltado ao filho, um psiquiatra, um cunhado e um casal de amigos judeus, interpretados por Flávia Garrafa e Luciano Gatti.

O espetáculo conta com direção de Alexandre Reinecke, texto de Paul Fuks e tradução e adaptação de Clara Carvalho.

Como se tornar uma super mãe em 10 lições
Onde? Teatro Gazeta – Av. Paulista, 900
Quando? Até 2 de junho. Sextas, às 22h30, sábados, às 22h e domingos às 20h
Duração: 75 minutos
Ingressos: Sexta e domingo: R$ 50, Sábado: R$ 60

Parques e estações do Metrô recebem programação paralela da Festa do Ano Novo Chinês

Padrão

Pelo 7º ano consecutivo, a cidade de São Paulo comemora a entrada do Ano Novo Chinês. E como já virou tradição, uma série de atividades em parques e estações do Metrô antecipa os festejos do Ano do Dragão, pintando a Capital de vermelho, amarelo e dourado, cores típicas do evento mais importante do calendário chinês. As comemorações culminam em uma grande festa realizada na Praça da Liberdade entre os dias 21 e 22 de janeiro, com atrações de palco e barraquinhas de comidas e artesanatos.

Na programação paralela, o Parque da Independência recebe a partir das 9h30 do dia 8 de janeiro a Dança do Leão e apresentações de kung fu. No dia 14, no Parque da Aclimação, academias de kung fu fazem demonstrações de artes marciais e da Dança do Leão, a partir das 9h30. No dia 15, o Parque do Ibirapuera recebe a programação especial, com atrações de academias de kung fu, aula demonstrativa de Tai Chi e Dança do Leão, a partir das 9h30.

Na Estação Paraíso do Metrô estão previstas duas apresentações: nos dias 12 de janeiro, às 17h, haverá aula demonstrativa de Tai Chi e no dia 18, também a partir das 17h, será a vez da tradicional Dança do Leão. Já na Estação Luz, a programação prevê a grandiosa Dança do Dragão, no dia 19 de janeiro, a partir das 12h. A Dança do Dragão é executada por doze atletas que manipulam a figura do animal símbolo da cultura chinesa de aproximadamente 12 metros de comprimento.

A festa
Há sete anos, o Bairro da Liberdade, tradicional reduto oriental da Capital paulista, recebe a Festa do Ano Novo Chinês. Para celebrar a entrada do Ano do Dragão, será montado um palco na praça que leva o nome do bairro, pelo qual passarão academias de artes marciais, grupos musicais, de dança e até modelos desfilando trajes típicos de diversas dinastias chinesas.  Barraquinhas de comidas típicas e artesanatos também dão o tom da festa. O evento acontece nos dias 21 e 22 de janeiro e deve reunir mais de 150 mil pessoas.

A celebração já faz parte do calendário oficial de eventos da capital e já é uma das maiores festas fora da China, ultrapassando em público as tradicionais comemorações em Londres e São Francisco (EUA). A festa é realizada pela JCI Brasil-China – entidade internacional que reúne jovens empreendedores com o objetivo de aproximar as culturas dos dois países – com o apoio do Ministério da Cultura – Lei Rouanet, Prefeitura de São Paulo, através da SPTuris, dos restaurantes Tayiang e Ping Pong, Sabesp, Banco Safra e Sakura.

Programação Paralela

Parque da Independência – 08/01 – 9h30
Dança do Leão e apresentação de Kung Fu

Estação Paraíso – 12/01 – 17h
Tai Chi

Parque da Aclimação – 14/01 – 9h30
Dança do Leão e apresentação de Kung Fu

Parque do Ibirapuera – 15/01 – 9h30
Dança do Leão, Apresentação de Kung Fu, Tai chi

Estação Paraíso – 18/01 – 17h
Dança do Leão

Estação Luz – 19/01 – 12h
Dança do Dragão

7ª Festa do Ano Novo Chinês de São Paulo
Praça da Liberdade – 21 (das 12h às 20h) e 22/01 (das 12h às 18h)

Videogame é tema de mostra no MIS

Padrão

O Museu da Imagem e do Som abre espaço para a cultura dos videogames. Do lendário Atari aos ultramodernos e realistas Wii, Playstation 3 e Xbox, os visitantes poderão conferir, conhecer e jogar os games que marcaram época. Ao todo, são mais de 120 opções!

A mostra “Game On” foi concebida na Inglaterra pelo Barbican Centre e já foi exposta em mais de dez países. No Brasil, os ingressos vão R$ 5 a R$ 10.

De Tetris, Asteroids e Pac Man a Rock Band 3 e Grand Turismo 4 (games da nova geração), a exposição traz um panorama histórico desta peculiar cultura, que cada vez mais conquista crianças, adolescentes e também adultos.

No total, são 11 seções temáticas que ocupam todo o espaço expositivo do MIS: seleção de games para crianças, trilhas sonoras para jogos, história de revistas especializadas, novas tendências, entre outras atrações.

Game On
Onde? MIS, Av. Europa, 158
Quando? Até 8 de janeiro, terças a sextas, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 21h
Quanto? R$ 5 a R$ 10

Passeio ciclístico e exposição de bicicletas italianas

Padrão

Este mês a cidade de São Paulo recebe dois grandes eventos voltados aos ciclistas: uma pedalada, no domingo, dia 16, e uma mostra de bicicletas italianas no Conjunto Nacional, em exibição de 17 de outubro até 5 de novembro.

Para o domingo, o passeio ciclístico “Pedalando bicicletas da Lombardia”, terá largada às 11h no Parque do Povo e chegada ao Parque do Ibirapuera, prevista para 12h, onde os participantes serão recepcionados no espaço temático “Italia comes to you” (Arena de Eventos), promovido pela ENIT – Agência Nacional Italiana de Turismo.

No local, das 13h às 15h, haverá um workshop dirigido aos participantes do passeio, sobre as bicicletas e os roteiros italianos para o cicloturismo. Neste espaço, o público em geral também terá oportunidade de ver, em primeira mão, das 13h às 20h, a mostra das bicicletas Made in Italy, que seguirá a noite para o Conjunto Nacional, abrindo ao público a oportunidade de conhecer de perto alguns dos maiores fabricantes de bicicletas e acessórios do mundo. A mostra integra a exposição “DNA Italiano”, que traz fotografias de 36 personalidades da cidade de São Paulo com fortes vínculos com o país europeu.

O passeio ciclístico, que conta com o apoio da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de SP, é gratuito (mediante inscrição prévia até 14/10) e aberto ao público. Os participantes deverão levar suas bicicletas e ganharão um kit contendo camiseta, squeeze, boné e sacola de tecido. Após o passeio haverá sorteio de uma bicicleta.

Workshop “Bicicletas e os Roteiros Italianos para o Cicloturismo”
Quando? 16 de outubro de 2011 (domingo), das 13h às 15h
Onde? Espaço “Italia comes to you” – Parque do Ibirapuera
Grátis

Exposição de Bicicletas Italianas no Parque Ibirapuera
Quando? 16 de outubro de 2011 (domingo), das 13 às 20h
Onde? Arena de Eventos – Parque do Ibirapuera/ Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 10
Grátis

Exposição de Bicicletas Italianas no Conjunto Nacional
Quando? de 17 de outubro a 05 de novembro de 2011 – De segunda a sábado das 7h às 22h; domingos e feriados das 10h às 22h
Onde? Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2.073, piso térreo
Grátis

Pompéia comemora seus 101 anos

Padrão

Conhecido como “a Liverpool brasileira” por ser o berço do rock paulistano, o bairro da Pompéia completa hoje seus 101, portanto, dois eventos serão destaque para a comemoração durante o final de semana: “Pompéia de Todas as Artes por Todas as Partes” e a 6ª edição do Deu Jazz na Pompéia.

Atividades gratuitas em um circuito cultural integrarão visitantes e moradores do bairro em “Pompéia de Todas as Artes por Todas as Partes”, reunindo atrações como shows de rock, aulas de yoga, pintura em telas e porcelana, exposições de livros e imagens, passeio fotográfico, caricaturistas, brincadeiras especiais às crianças, oficinas de construção de reciclados, modelagem em argila, mímicos, lojas, escultura em madeira com o artista Rubens Domingos, entre mais atrações.

Na esquina das ruas Cajaibas e Cotoxó, a 6º Deu Jazz na Pompéia agitará o sábado, com uma maratona musical: durante oito horas, a DJ Ana John intercalará suas apresentações com grupos tradicionais da região, como os gaitistas Harmônicos, Manoel Cruz, Tony Gordon, e outros.

Àqueles que visitarem a festa da Pompéia receberão flores em comemoração ao aniversário e terão ainda acesso à praça de alimentação, ao projeto “Memória da Vila Pompéia”, que visa o resgate da história da região, e ao varal fotográfico “São Paulo Pixel a Pixel – Projeto Pompeiando”.

Festa Pompéia 101 anos
Quando? 7 e 8 de outubro
Grátis